Maia diz que vai propor uma reforma administrativa na Câmara

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (26) que pretende apresentar, em até dois meses, uma reforma administrativa da Casa. Um dos focos será, segundo ele, reestruturar a carreira dos servidores. A intenção é que a proposta seja levada ao plenário antes mesmo da reforma da Previdência.

 

“Eu espero que antes da Previdência a gente consiga apresentar um projeto de reforma administrativa em que o estímulo seja você chegar no teto [da carreira], não ter uma função gratificada”, disse.

 

De acordo com Rodrigo Maia, atualmente existe uma distância muito pequena entre a remuneração dos servidores que acabam de ingressar na carreira e aqueles que atingiram os estágios finais da progressão. Isso faz com que, na avaliação do presidente da Câmara, o comprometimento do corpo de funcionários esteja muito vinculado ao recebimento dos cargos com gratificação, distribuídos temporariamente pelas gestões. Maia quer que os servidores tenham mais interesse na progressão ao longo do tempo.

 

Para o presidente da Câmara, problemas semelhantes atingem todos os setores do Poder Público, com salários que são em média muito mais altos dos pagos pela iniciativa privada. “A gente precisa reorganizar em todos os poderes”, ressaltou. No entanto, disse que pode fazer propostas do gênero apenas em relação à Casa que comanda. “A gente sabe que o Executivo é caro, o Judiciário é caro”, acrescentou.

Gostou? Compartilhe