Carvalho: "O povo deve decidir sobre seus destinos"

Candidato do PCB a governador prega implantação de mecanismos de democracia direta, com referendos e plebiscitos

Por
· 1 min de leitura
O candidato tem o menor orçamento projeto para gastar nas eleiçõesO candidato tem o menor orçamento projeto para gastar nas eleições
O candidato tem o menor orçamento projeto para gastar nas eleições

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Advogado e candidato a governador pela segunda vez, Humberto Carvalho representa uma das correntes partidárias mais antigas do País. Seu partido, o PCB, está em atividade desde o início da década. Com o menor orçamento da eleição (estipulou R$ 15 mil como limite de gastos, enquanto outros chegam a prever mais de R$ 10 milhões), defende um projeto tradicional de esquerda e foca seu discurso no estímulo à iniciativa estatal (em detrimento de privatizações e parcerias público-privadas) e na implantação do poder popular, que na prática é a substituição da democracia representativa por um modelo de democracia direta, ampliando a participação da população nas decisões através de consultas. Carvalho é o terceiro entrevistado da série com os oito postulantes ao Palácio Piratini, que os jornais ligados à Associação dos Diários do Interior (ADI-RS) publicam desde terça-feira e até o próximo dia 15. Além da versão impressa, as entrevistas são veiculadas em vídeo pelos portais de internet e em formato sonora pelas rádios parceiras.

Assista o vídeo com a entrevista. Na edição impressa, confira o conteúdo na íntegra

 

 

Próximas entrevistas

08/08 Edison Estivalete (PRTB)
12/08 Roberto Robaina (PSOL)
13/08 Vieira da Cunha (PDT)
14/08 João Carlos Rodrigues (PMN)
15/08 Tarso Genro
*A ordem de publicação foi definida por sorteio, na presença das assessorias dos candidatos.

 

Gostou? Compartilhe