Michels assegura obra do Presídio Estadual

Comitiva de Passo Fundo reivindica retomada do projeto do novo Presídio Estadual

Por
· 1 min de leitura
Autoridades policiais, judiciária, política e de entidades de classe participaram da audiênciaAutoridades policiais, judiciária, política e de entidades de classe participaram da audiência
Autoridades policiais, judiciária, política e de entidades de classe participaram da audiência

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O secretário de Segurança Pública do Estado, Airton Michels, assegurou a uma comitiva passo-fundense que a região vai ganhar a nova penitenciária com capacidade para 320 vagas. Para tanto, o governo está aportando recursos na ordem de R$ 6 milhões no orçamento do Estado que serão destinados à obra. Segundo o Michels após a renovação do contrato entre o município e a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) a obra deverá ser reiniciada em 60 dias com prazo de 12 meses para execução e será executada na mesma área para a qual foi destinada, na divisa entre Passo Fundo e Carazinho.
“Essa é uma obra irreversível, será finalizada. A região terá uma nova penitenciária masculina com 320 vagas”, afirmou o secretário argumentando que os técnicos da pasta estão empenhados na resolução dos trâmites para a retoma da construção. O superintendente dos Serviços Penitenciários do RS, Gelson Treiesleben também participou da reunião.

Quando ainda era vereador de Passo Fundo, o deputado Diogenes Basegio, já acompanhava e defendia a demanda. “Esse presídio, que irá atender diversos municípios da região, é de fundamental importância para a sociedade, servidores da segurança e apenados. Prova disso é a representatividade desta reunião. O secretário nos orientou que é necessário que seja renovado o convênio entre a prefeitura de Passo Fundo e a Fepam. Nosso próximo passo será uma reunião com o prefeito Luciano. Não podemos ficar de braços cruzados, há R$ 6 milhões destinados para esse presídio”, disse Basegio.

O vereador Márcio Patussi (PDT), representando a Frente Parlamentar pela Segurança Pública da Câmara de Vereadores de Passo Fundo, lembrou que vem realizando várias reuniões com alguns órgãos competentes para agilizar o retorno das obras paralisadas desde 2011. “Essa é a segunda reunião com o secretário de Segurança Pública do Estado que participo para tratar sobre tema, o secretário se comprometeu que até fim de abril será conhecida a empresa que fará o projeto da penitenciária, com recursos do orçamento de 2014”, disse.

Integraram a comitiva o Sub-Procurador do Ministério Público Ivory Coelho Neto, os promotores de Justiça Álvaro Poglia, Marcelo Pires e Júlio Balardin, o juiz Diretor do Foro Maurício Ramires, e a juíza Ana Friguetto, o presidente da OAB de Passo Fundo Alexandre Gehlen, o delegado regional Paulo Ruschel, o secretário municipal de Segurança Pública João Darci Gonçalves da Rosa e o vereador Márcio Patussi (PDT).

Gostou? Compartilhe