Trump pedirá recontagem de votos no estado de Wisconsin

O estado é decisivo para a eleição americana

Por
· 1 min de leitura
(Foto: Dalton Caraway/Unsplash)(Foto: Dalton Caraway/Unsplash)
(Foto: Dalton Caraway/Unsplash)
Você prefere ouvir essa matéria?

O gerente de campanha de Donald Trump, Bill Stepien, afirmou nesta quarta-feira (04) que será solicitada a recontagem dos votos no Wisconsin, um dos estados decisivos para a eleição presidencial. Joe Biden venceu de virada no estado com uma vantagem de 0,6%, de acordo com o New York Times. O Wisconsin tem 10 votos eleitorais.

A campanha do republicano afirma que foram relatadas irregularidades no estado, o que levanta “sérias dúvidas sobre a validade dos resultados”, de acordo com o comunicado. Ao longo do dia, Donald Trump, que já se declarou vitorioso, tem publicado tweets sobre o registro de votos no democrata em estados em que ele liderava anteriormente. Trump já disse que a eleição foi fraudada e que está sendo roubada. O atraso, no entanto, é creditado aos votos pelo correio, que também já foram atacados por Trump. O presidente ainda não apresentou provas de fraude por esse método de votação.

Biden se mostrou confiante. "Nos sentimos bem onde estamos", disse o democrata no estado de Delaware. Biden deve fazer um novo pronunciamento ainda hoje.

Contagem

A campanha de Trump também entrou com processo com o objetivo de parar a contagem de votos pelo correio no Michigan, outro estado chave nesta eleição, de acordo com o NYT. A justificativa é de transparência insuficiente no processo.

Notícia atualizada às 17h42

Gostou? Compartilhe