Artesanato utilizando porongo em Tio Hugo

Objetivo foi ensinar uma forma de valorizar a matéria-prima

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Transformar o porongo em peças de artesanato. Esse foi o objetivo da capacitação em artesanato rural para realizada no município de Tio Hugo, nos dias 21, 22 e 29 de novembro, envolvendo 12 mulheres. A atividade foi promovida pela Emater/RS-Ascar e Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente de Tio Hugo, na propriedade de Rubens Tascht, no bairro Boa Esperança.

Segundo a extensionista de Bem-Estar Social da Emater/RS-Ascar e instrutora do curso, Sandra Elizabeth Bressan Gayger, o objetivo principal é a valorização da matéria-prima para a geração de renda extra nas propriedades. “Além de resgatar o cultivo do porongo no município e valorizar as habilidades manuais já adquiridas pelas mulheres”, acrescenta.
Durante a capacitação, as agricultoras aprenderam o processo de limpeza, de retirada de sementes e orientação de plantio; os principais cuidados e o preparo do porongo para aplicação de técnicas. O material utilizado foi fornecido pela Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente, através do Programa Municipal Fortalecimento do Campo. Foram produzidas mais de 40 peças de artesanato pelas alunas do curso.

A agricultora Luciane Müller, que já trabalha com o artesanato em porongo, diz que sua comercialização traz para a propriedade mais uma renda. Já Jossiane Cadore, que nunca havia trabalhado artesanato em porongos, está muito animada com as diversas possibilidades que ele fornece. “Antes deste curso, achei que só era possível fazer cuias. Agora pretendo trabalhar com este artesanato para gerar renda para minha família”, disse.

Gostou? Compartilhe