Coprel anuncia R$ 58 milhões em investimentos

Escrito por
,
em
Associados se reuniram em assembleia geral ordinária

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O anúncio do maior plano de investimentos da história da cooperativa, juntamente com resultados expressivos do ano de 2017 marcaram as Assembleias Gerais Ordinárias da Coprel Energia e da Coprel Geração e Desenvolvimento, realizadas na manhã de sexta-feira (16), em Ibirubá, com um público de 1.074 pessoas.  As atividades iniciaram com a Assembleia da Coprel Cooperativa de Energia. No ano de 2017, a cooperativa investiu R$ 28,5 milhões, e a projeção para 2018 é de R$ 35,4 milhões, com destaque para as obras da Subestação de Energia em Marau, e para a ampliação da subestação de Ibirubá. Os cooperantes também aprovaram a destinação das sobras da cooperativa, para o fundo de expansão de redes, o fundo de desativação de redes elétricas, e o novo fundo “Mais Energia”, por meio do qual a Coprel vai auxiliar os cooperantes em obras de aumento de carga, custeando 40% do valor do investimento a ser pago pelo cooperante, em projetos de até 50 mil reais. E além da participação da Coprel, o valor restante pode ser financiado pelo convênio de cooperação mantido pela cooperativa.

A Assembleia da Coprel Cooperativa de Geração de Energia e Desenvolvimento apresentou os investimentos realizados em projetados na área de geração e também de internet. Em 2017, a cooperativa investiu R$ 6 milhões em suas atividades de geração de energia, e R$ 6,7 milhões foram investidos na área de internet. Para este ano, foram anunciados investimentos de R$ 11,5 milhões em projetos de geração de energia limpa e renovável, incluindo a repotencialização da usina do Pinheirinho, em Ibirubá; e R$ 10,9 milhões para a Triway Internet e Telefonia, ampliando o acesso à comunicação no interior, o que é uma das principais demandas apresentadas pelos cooperantes e pelo conselho consultivo da cooperativa, devido a importância da internet para a permanência e retorno do jovem rural ao campo. Os cooperantes também aprovaram a destinação das sobras da cooperativa de geração: parte será destinada ao fundo Auxílio Pecúlio, parte para os investimentos em geração de energia renovável, e parte também para o fundo de projetos de internet, que prevê a disponibilização de infraestrutura para atender mais de mil famílias cooperantes.

Eleições

Nas duas cooperativas, houve a renovação do conselho fiscal. Na Coprel Energia, foi eleito um novo membro para o conselho de administração, para ocupar o cargo que ficou vago em razão do falecimento de um conselheiro. Na Coprel Geração, também houve eleição para o Conselho de Administração, sendo reeleita a diretoria composta pelo Presidente Jânio Vital Stefanello, vice-presidente Elso Scariot e secretário Décio Floss. Todas as regiões de atuação da cooperativa, que são um total de 7, são representadas nos conselhos das duas cooperativas, garantindo a participação do maior número de municípios.  O nome de todos os conselheiros eleitos está disponível no site: www.coprel.com.br.

Governança da Coprel

“O ano do cinquentenário certamente ficará marcado como um dos melhores da história da cooperativa”, destaca o presidente Jânio Vital Stefanello. Além do melhor resultado apresentado, os investimentos a serem realizados durante este ano reforçam a solidez da cooperativa. “A Assembleia apresentou ótimos resultados na área de energia, geração e internet, mas muito mais importante que os números, é o resultado social da Coprel, é o que realmente nos diferencia como cooperativa. Vamos investir para continuar levando energia e internet de qualidade para o campo, e fortalecemos os fundos sociais, para poder participar dos investimentos de aumentos de carga e internet. Certamente muitos cooperantes vão poder investir em infraestrutura e terem mais renda, e mais jovens se sentirão estimulados a prosseguirem nas atividades da família. A missão da Coprel tem a ver com cuidar das pessoas, investir o resultado econômico nos programas sociais, e esta Assembleia mostrou mais uma vez que a cooperativa está no rumo certo”, finaliza Stefanello.

Gostou? Compartilhe