Ministério Público de Erechim condena ex-gerente por apropriação de dinheiro público

?"rgão apura ainda o enriquecimento ilício por parte da ex-funcionária pública

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O Ministério Público Federal em Erechim, através da Procuradora da República Letícia Benrdt, obteve a condenação de uma empregada pública acusada de se apropriar de R$ 50 mil reais em dinheiro de que tinha a posse em razão do cargo que ocupava, até sua demissão em 20 de agosto de 2015.

Por meio de inquérito civil, o MPF busca agora apurar eventual prática de ato de improbidade administrativa na modalidade de enriquecimento ilícito  por parte da ex-gerente da Agência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT)

Gostou? Compartilhe