RODOVIA: Duplicação de trecho urbano da BR 285 aguarda licitação

Por
· 1 min de leitura
Arquivo/ONArquivo/ON
Arquivo/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Instalados na nova sede em Passo Fundo, a unidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), aguarda o retorno das atividades presenciais na Superintendência do órgão, em Porto Alegre, para retomada do projeto de duplicação do trecho de 11 quilômetros, no perímetro urbano da BR 285, entre a avenida Brasil e RS-324, saída para Pontão. 

Segundo o engenheiro e chefe de serviço da unidade em Passo Fundo, Adalberto Jurach, a contratação da elaboração do projeto de duplicação e eliminação de pontos críticos do trecho está em andamento. A fase seguinte será a abertura do processo de licitação. O edital prevê, além da duplicação, a construção de vias laterias, viadutos e acessos. 

Já no  trecho duplicado da rodovia, dentro do perímetro urbano, servidores do DNIT realizam manutenção da pista. O asfalto danificado está sendo substituído. O local também terá nova sinalização. 

Transbrasiliana

Sobre o projeto de pavimentação dos 68 quilômetros da BR 153, mais conhecida como Transbrasiliana, entre Passo Fundo e Erechim, Jurach informou que a elaboração do projeto segue em andamento. 

Sede em Passo Fundo

A instalação da unidade do DNIT no município, no final do ano passado, conforme o engenheiro, fez parte do processo de readequação de funcionamento do órgao durante o ano de 2019. Um dos fatores determinantes dessa mudança foi a extinção da Unidade de Osório, no litoral gaúcho. A partir da licitação realizada no segundo semestre de 2018, gerenciada pela ANTT, toda a malha rodoviária, que estava sob a jurisdição do escritório regional de Osório, acabou suprimida, passando a ser administrada pela empresa CCR Viasul, cuja concessão federal é pelo prazo de 30 anos.

Responsável por 634 quilômetros de rodovias federais, a nova sede de Passo Fundo está instalada na rua Travessa Boa Viagem, nº 234, bairro Petrópolis, próximo à Estação Ferroviária. O prédio foi totalmente reformado. A Unidade opera com um quadro de funcionários que conta com: 2 servidores do DNIT, no caso 1 engenheiro e 1 técnico, e mais 10 funcionários dispostos pela empresa supervisora de obras. Sendo 3 engenheiros, 5 técnicos, 1 secretária e 1 auxiliar de serviços gerais, dispostos em Passo Fundo e em escritórios de obras.

Gostou? Compartilhe