Internações triplicaram em uma semana na região

Passo Fundo segue na bandeira vermelha, indicação de alto risco, podendo adotar critérios da bandeira laranja pelo sistema de gestão compartilhada

Por
· 1 min de leitura
Região permanece em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)Região permanece em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)
Região permanece em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

A região de Passo Fundo triplicou o número de hospitalizações para Covid-19 nos sete dias analisados para compor o mapa de distanciamento controlado, passando de 62 para 193 na última semana. O crescimento foi de 211% e a região é a terceira no Estado com maior número de novos registros de hospitalização. As demais regiões são Porto Alegre (333), Caxias do Sul (259), Canoas (98), Santa Maria (87) e Novo Hamburgo (77).

Entre os indicadores específicos da região, três ficaram em classificação de risco máximo (bandeira preta): número de hospitalizações por Covid-19 nos últimos sete dias, número de hospitalizações por Covid-19 para cada 100 mil habitantes e projeção de óbitos. O último indicador específico, o indicador do estágio de evolução da doença, ficou em bandeira laranja. Os dados são referentes a semana entre 01 a 07 de janeiro. No mesmo período, os óbitos caíram 31%, de 26 para 18. 

Por essas razões, o governo recusou mais uma vez o recurso encaminhado pela região e por isso ela segue em bandeira vermelha. A nota técnica, que justifica a classificação, destaca que “a quantidade de novas hospitalizações em proporção da população é bastante elevada”.

Notícia atualizada às 13h55

Gostou? Compartilhe