Mais de 20 mil pessoas já foram imunizadas

Vacinas contra a gripe esgotaram no município nesta quinta-feira (2); mais doses devem ser enviadas pelo Ministério da Saúde nos próximos dias

Por
· 1 min de leitura
Respeitando as medidas de isolamento social, vacinação tem acontecido em forma de ?EURoedrive-thru?EUR?, ou seja, sem sair do veículoRespeitando as medidas de isolamento social, vacinação tem acontecido em forma de ?EURoedrive-thru?EUR?, ou seja, sem sair do veículo
Respeitando as medidas de isolamento social, vacinação tem acontecido em forma de ?EURoedrive-thru?EUR?, ou seja, sem sair do veículo
Você prefere ouvir essa matéria?

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza já imunizou, em cerca de duas semanas, mais de 20 mil pessoas em Passo Fundo. Nesta primeira etapa, que segue até o dia 16 de abril, estão sendo atendidos pela rede municipal os grupos de risco considerados mais vulneráveis ao vírus, que são os idosos e profissionais da saúde. Devido à grande procura, na quinta-feira (2), as doses – que haviam sido repostas na quarta (1) – esgotaram no município. Novas doses devem ser enviadas pelo Ministério da Saúde nos próximos dias. Por ora, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta que a comunidade aguarde novas informações.

 

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, neste ano, a campanha de vacinação contra a influenza foi antecipada em 30 dias. Isto porque, embora a vacina não seja eficaz na prevenção direta contra a Covid-19, ela protege contra o vírus da Influenza e, assim, contribui para reduzir a procura por atendimento nos hospitais e acelerar o diagnóstico para a Covid-19.  A secretária de Saúde do município, Carla Gonçalves, explica que esse é um dos motivos pelos quais as doses têm esgotado de maneira tão rápida. “Como a campanha foi antecipada em um mês, os laboratórios ainda não tinham muitas doses prontas. O Ministério da Saúde está nos enviando picotado, à medida que as doses ficam prontas”, informa.

 

Ainda segundo Carla, é devido à antecipação da campanha e ao baixo quantitativo de vacinas repassadas pelo ministério, também, que o número de locais para vacinação diminuiu em relação à primeira semana de campanha. Nessa quarta e quinta-feira, por exemplo, a população inclusa no grupo de risco precisou enfrentar filas para que pudesse ser imunizada em cinco locais da cidade: Cais Fragomeni, Cais Hípica, Cais Boqueirão, Cais Vila Luiza e Escola Sesi. No início da campanha, a intenção da pasta era disponibilizar 11 pontos de vacinação. “Não sabemos quantas doses devem vir nos próximos dias porque não recebemos, de antemão, um cronograma com data e efetivo. Depende dos lotes do ministério. Por recebermos poucas doses, de forma muito picada, precisamos priorizar alguns locais”.

 

A meta é imunizar 90% do público-alvo em Passo Fundo, estimado em 10,7 mil trabalhadores da Saúde e 22,2 mil idosos. O problema, conforme a secretária municipal de Saúde, é que o MS tem tomado como base para cálculo da população idosa números defasados. “Ele está considerando a população de idosos em Passo Fundo a partir do que consta no Censo de 2010, que seriam 22 mil pessoas. Mas pelas estimativas mais recentes do IBGE, Passo Fundo teria 37,8 mil pessoas idosas”, aponta.

 

 

Mais de 20 mil pessoas já foram imunizadas

 

Gostou? Compartilhe