Segunda fase de imunização começa nesta quarta-feira

Até o momento, mais de 33 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe no município

Por
· 2 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza já imunizou mais de 33,9 mil pessoas do grupo de risco em Passo Fundo. Na primeira etapa da campanha, que chegou ao fim no dia 15 de abril, receberam a vacina pela rede municipal idosos e profissionais da saúde, considerados mais vulneráveis ao vírus. A segunda etapa da imunização inicia nesta quarta-feira (21), com a chegada de novas doses da vacina do Ministério da Saúde, que serão distribuídas gratuitamente em 11 locais de atendimento do município.

Nesta segunda fase, recebem a vacina os seguintes grupos prioritários: profissionais das forças de segurança e salvamento; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais a partir dos 6 anos; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; caminhoneiros, profissional de transporte coletivo (motoristas e cobradores) e trabalho portuário; e povos indígenas. No caso dos profissionais de transporte coletivo e portuários, que transitam em todo o país, o Ministério da Saúde permite que a categoria busque a vacinação em qualquer serviço público de vacinação, fixo ou móvel, independente do seu estado ou município de residência.

A segunda fase da campanha segue até o dia 8 de maio. Depois desta data, no dia 9 de maio, o país dará início à terceira etapa de imunização, quando devem ser vacinados professores das escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, adultos de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência.

Locais e horários de atendimento

Para receber a vacina, a partir desta quarta-feira, a população prioritária pode procurar 11 locais da cidade: Cais Hípica, Cais Fragomeni, Cais Vila Luíza, Cais Boqueirão, UBS Zachia, UBS São José, ESF Adirbal Corralo, ESF São Cristóvão, ESF Adolfo Groth, Ambulatório de Especialidades e Escola Zeferino Demétrio Costi/SESI. 

O atendimento nas UBS, ESF e Ambulatório acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30. Nos Cais, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Já na Escola SESI, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30min.

Campanha auxilia no enfrentamento à pandemia de coronavírus

Neste ano, o Ministério da Saúde decidiu antecipar o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, de abril para a maio, como uma estratégia de enfrentamento à pandemia de Covid-19. Isto porque, embora a vacina não proteja contra o coronavírus, ela ajuda a proteger de forma antecipada os grupos prioritários contra os vírus mais comuns da gripe e, assim, diminui a procura por atendimento nos serviços de saúde. Além disso, auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos com os de Covid-19, acelerando a triagem de casos.  

Orientações
- É importante que todos levem o cartão SUS ou a carteira de identidade;
- Os caminhoneiros e profissional de transporte coletivo devem apresentar documento comprobatório da atuação com carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de trabalho dos sindicatos de transporte, carteira habilitação categorias C ou E ou crachá funcional. Aqueles que estiverem passando pela perimetral podem se vacinar na unidade do bairro São José, que fica próximo, não precisando entrar cidade;
- Os doentes crônicos precisam comprovar através de atestado médico, indicando a doença crônica, ou de uma receita de uso continuo dos últimos 12 meses;
- Os Idosos que ainda não se vacinaram podem continuar indo nas unidades até o final da campanha, sendo no mesmo sistema de drive thru o atendimento;
- Crianças acima de 6 anos devem ter certeira de vacina. 



Gostou? Compartilhe