Pesquisadores completam 3ª fase de estudo sobre coronavírus no RS

Testes rápidos foram realizados em Passo Fundo e outras oito cidades no fim de semana. Dados devem ser divulgados na quarta-feira, 13

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Ocorreu no final de semana a terceira fase da pesquisa inédita que busca estimar o número de pessoas que já contraíram o coronavírus no Rio Grande do Sul. Foram testados em entrevistados 4,5 mil pessoas, nos dias 9, 10 e 11 de maio, em nove cidades das regiões demográficas do estado, segundo classificação do IBGE: Pelotas, Porto Alegre, Canoas, Caxias do Sul, Passo Fundo, Santa Maria, Ijuí e Santa Cruz do Sul e Uruguaiana. Em Passo Fundo, pesquisadores da Universidade de Passo Fundo (UPF), Imed e Universidade Federal da Fronteira Sul (Uffs), testaram 500 pessoas.

A pesquisa inédita, coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) a partir de parceria com o Governo do RS, está mapeando os casos de coronavírus e acompanhando, quinzenalmente, a velocidade de disseminação do contágio no estado. “É o primeiro estudo a fazer esse levantamento global, incluindo pessoas sem sintomas, e observar a população das mesmas cidades ao longo do tempo”, comenta o coordenador geral do estudo, Pedro Hallal. Os resultados desta terceira fase devem ser divulgados em uma live pelo Facebook do Governo do Estado na quarta-feira, dia 13 de maio.

Outras etapas

Evidências de etapas anteriores mostraram que os casos notificados da Covid-19 representam uma parcela pequena da população infectada, em comparação com a realidade do número de casos na população. Para cada diagnóstico confirmado da doença no RS, o estudo estima que existem ao redor de doze casos não notificados.

A última etapa confirmou também a alta transmissibilidade do vírus no ambiente doméstico. Pela primeira vez, foram testadas as pessoas que moravam com as que tiveram teste positivo para Covid-19. No total, 75% dos que dividiam a residência com o participante com teste positivo apresentaram o mesmo resultado no exame.

Além disso, a pesquisa indica queda da adesão às recomendações de distanciamento social. Dos 4.500 entrevistados, 28,3% disseram sair de casa todos os dias. Na primeira etapa, a proporção era de 20,6%. As cidades onde as pessoas mais saem às ruas diariamente foram Passo Fundo, Ijuí e Santa Cruz do Sul.

Gostou? Compartilhe