Terceira fase do Epicovid19 tem início no domingo

Passo Fundo é uma das 133 cidades que fazem parte do estudo nacional

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Passo Fundo está entre as 133 cidades que integram uma pesquisa nacional para identificar o avanço e a prevalência do coronavírus. Denominado Epicovid19, esse é o primeiro levantamento que ocorre no Brasil para estimar o número de infectados. O estudo é conduzido pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), feito pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) e financiado pelo Ministério da Saúde.

A pesquisa iniciou no dia 14 de maio e terá a sua terceira e última fase executada entre 21 e 23 de junho. Neste período, em visitas domiciliares, equipes de pesquisadores do Ibope entrevistarão 250 pessoas de cada município selecionado. Os participantes, escolhidos a partir de sorteio, também passarão por teste rápido.

Além de possibilitar uma análise da proporção de pessoas com anticorpos para a Covid-19, o estudo determinará o percentual de infecções assintomáticas ou subclínicas. Também viabilizará informações sobre sintomas mais comuns e letalidade e o desenho de estratégias de distanciamento social.

A Prefeitura de Passo Fundo orienta que todas as pessoas escolhidas para a sondagem participem. A pesquisa é importante para avaliar o cenário local e nortear medidas de enfrentamento e prevenção do coronavírus.

Nas três fases da pesquisa, o objetivo é entrevistar e testar 100 mil pessoas. Além de Passo Fundo, outras seis cidades gaúchas fazem parte do estudo: Caxias do Sul, Ijuí, Pelotas, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul e Santa Maria.


Dados apresentados

De acordo com a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), a segunda etapa do estudo trouxe evidências significativas sobre a velocidade de expansão do coronavírus em 83 cidades brasileiras. Conforme dados divulgados pela instituição, a proporção de pessoas que já contraíram o vírus no país cresceu em 53% no período de duas semanas entre a primeira etapa, realizada de 19 a 21 de maio, e a segunda, feita de 4 a 7 de junho.

Ainda segundo a Universidade, informações mais recentes mostram que, para cada diagnóstico confirmado, há cerca de seis casos reais não atestados na população. As estimativas apresentadas contabilizam mais de 1,7 milhão de pessoas que têm ou já tiveram o coronavírus contra o total de 296.305 casos notificados em 120 cidades brasileiras na véspera do segundo levantamento da pesquisa.

Em Passo Fundo, conforme o estudo, menos de 1% da população testada tem anticorpos, ou seja, adquiriu o vírus. O índice, como destaca a Prefeitura, foi conseguido com as medidas de enfrentamento do coronavírus adotadas tanto pelo Município quanto pela população.

Gostou? Compartilhe