Emoções de fim de ano!

Refletir e analisar os dias que se passaram é algo comum e natural para as pessoas no final do ano.

Escrito por
,
em
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O ano está chegando ao fim... e, nesta época, é comum que as pessoas se sintam cansadas com mais frequência e até mesmo desanimadas. Junto a tudo isso, alguns se sentem mais deprimidos e ansiosos, talvez pelas expectativa das datas comemorativas, o que pode representar sofrimento para alguns indivíduos. Entretanto, a melhor dica é aprender a lidar com as emoções

Refletir e analisar os dias que se passaram é algo comum e natural para as pessoas no final do ano. A proximidade do período de férias escolares, das festas de Natal e ano novo podem se somar a esta reflexão, tornando esse momento uma carga muito pesada para algumas pessoas. Aprender a lidar com esses sentimentos e tirar o melhor de todo o aprendizado é a melhor dica, mas nem todos conseguem chegar a isto, entretanto existem formas de 'organizar' estes sentimentos através da terapia floral e reikiana.

“Um novo ano se aproxima e com ele todas as expectativas e desejos são renovados. O final do ano é o momento para refletirmos sobre os dias e meses que passaram. E também nos analisarmos. Saiba que o ano que está chegando ao fim foi exatamente como deveria ser”, afirma a terapeuta floral e reikiana, Rúbia Iana Machado.

De acordo com ela, os desafios que surgiram ao longo do ano devem ser encarados como algo para o aprendizado: “para você mostrar sua coragem e autoconfiança. Os desafios apareceram para você se conhecer ainda mais. As realizações que você teve nesse ano mostram a importância da sua determinação”, salienta.

Para a terapeuta, a diferença entre pessoas que fracassam e pessoas que tem sucesso em suas vidas está na superação dos obstáculos. “Para essa superação é necessário saber lidar com as emoções, mandar embora medo, ansiedade, insegurança, desmotivação e pensamentos negativos. É necessário conhecer sua personalidade e compreender o que precisa equilibrar”, avalia a especialista.


Entrevista

Medicina & Saúde – Qual a abordagem que você faz sobre lidar com essas emoções conflitantes no final do ano?
Rúbia Iana Machado – A primeira pergunta deve ser: 'você reconhece a sua força interior?' Nossa mente é como uma terra fértil, nossos pensamentos são as sementes e nossa vida é o resultado dessa plantação. Os pensamentos são criadores. Vigie seus pensamentos e faça afirmações repletas de confiança. Você é responsável pela sua vida. Cuide de você, busque seu bem-estar diariamente. Sinta-se bem na sua companhia. Gostar de si mesmo incondicionalmente deixa o coração leve. Fazer as pazes consigo mesmo faz a vida fluir tranquilamente.

Medicina & Saúde – A ideia, então, seria buscar o equilíbrio?
Rúbia Iana Machado – Para muitas pessoas é difícil lidar com a sobrecarga de final de ano. O mês de dezembro chega acompanhado de irritação, ansiedade, frustração, cansaço físico, emocional e mental. Por isso, buscar o equilíbrio durante todo ano é tão importante. Com a correria do dia a dia muitas vezes esquecemos que temos que renovar nossa energia, cuidar de nós mesmos, buscar equilíbrio emocional e colocar mais leveza nos nossos dias. Sem equilíbrio interior o desgaste nos últimos meses do ano fica visível.

Gostou? Compartilhe