Novo lote de testes rápidos para Covid-19 será direcionado a idosos sintomáticos

Até agora os exames eram dirigidos a profissionais da saúde e da segurança pública.

Escrito por
,
em
Foto: Divulgação/SES

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Com a chegada de um novo lote com mais 85 mil testes rápidos anticorpos para detecção de Covid-19, a Secretaria da Saúde (SES) passou a priorizar, a partir de sexta-feira (24), também a testagem da população de idosos sintomáticos. Até agora os exames eram dirigidos a profissionais da saúde e da segurança pública.

O governador Eduardo Leite disse, em sua transmissão ao vivo diária, que o “governo tem uma política, uma estratégia de testes para coronavírus, com diversas ações complementares”. Ele lembrou que uma remessa de testes rápidos foi enviada para a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) realizar a pesquisa de amostragem para fins de gestão da crise sanitária, como a decisão sobre o isolamento controlado e sustentável no Rio Grande do Sul.

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, informou que, com esse novo lote, o Estado soma o recebimento de 130 mil testes rápidos vindos do Ministério da Saúde. O envio dos testes para os municípios seguirá critérios como número de habitantes e quantidade de casos confirmados.

O exame de anticorpos atesta a presença do vírus a partir de dez dias depois do início dos sintomas. Para a realização, é necessária a coleta de apenas uma gota de sangue. O resultado fica pronto em até 20 minutos e detecta a presença de anticorpos (IgG e IgM), que são defesas produzidas pelo corpo humano contra o coronavírus.


Gostou? Compartilhe