Quando a suplementação alimentar é necessária

O uso de suplementos sem prescrição pode apresentas riscos à saúde

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Uma alimentação adequada é sempre fundamental para a saúde. Porém, excesso ou carência podem ser prejudiciais. São condições em que a suplementação pode ser feita para garantir a manutenção da saúde ou reduzir os riscos de algumas doenças. As nutricionistas Patrícia Carra e Vanessa Ré, que atuam no Hospital São Vicente em Passo Fundo, explicam que os suplementos nutricionais são produtos elaborados com a finalidade de complementar uma alimentação insuficiente ou inadequada em nutrientes como de proteínas, carboidratos, vitaminas ou minerais. No entanto, é importante deixar claro que nenhum suplemento substitui o alimento. Desta forma, é somente um aliado à alimentação, para complementar as calorias ou os nutrientes específicos.

 

Suplementação para atletas
A suplementação é muito utilizada por atletas, mas também por praticantes de exercícios físicos. Como a intensidade do treino de um atleta geralmente é intensa, o suplemento nutricional é benéfico para complementar as refeições que estão carentes de macro ou micronutrientes já que muitas vezes não conseguem suprir as necessidades nutricionais somente através da dieta. Contudo, para pessoas praticantes de exercícios físicos, com ajustes na dieta geralmente não é necessária uma suplementação, mas tudo isso precisa ser avaliado por um profissional nutricionista. Os riscos à saúde surgem quando ocorre a suplementação sem prescrição e acompanhamento de um médico e/ou nutricionista ou, mesmo com a prescrição, ocorre a superdosagem por conta própria. É fundamental verificar se há ou não indicação de uso de qualquer suplemento.

 

Doenças e suplementos
Existem casos em que a suplementação se faz necessária para suprir carências nutricionais. Dependendo da patologia como câncer, doença renal, doenças do trato gastrointestinal e cirurgias de grande porte o estado nutricional pode estar comprometido, fazendo-se necessária a avaliação para uso de suplementação específica. Para pacientes com dificuldade e/ou diminuição da ingestão alimentar, associada muitas vezes com perda de peso, são indicados geralmente suplementos hipercalóricos e hiperproteicos. Pacientes diabéticos devem receber suplementação específica. Existem também alguns suplementos sendo utilizados para preparo imunológico.

 

Alimentação inadequada
A suplementação pode ser útil para compensar carências de nutrientes, causadas por maus hábitos alimentares, porém nós, como nutricionistas, pensaremos primeiramente em tentar adequar a dieta para obtenção de todos os nutrientes através da alimentação. A melhor alternativa para compensar carências nutricionais oriundas de maus hábitos alimentares é procurar um profissional nutricionista para realizar uma reeducação alimentar. Muitas vezes, com uma alimentação saudável podem-se recuperar essas carências.

 

Crianças e idosos
A suplementação pode ser indicada para crianças e para pessoas de qualquer idade, desde que necessária. Os produtos atualmente mais utilizados são hipercalóricos e hiperproteicos e de vitaminas e minerais. Já em idosos, pode evitar ou recuperar a perda de massa muscular muito presente nessa faixa etária. Os suplementos hiperproteicos ajudam a promover síntese proteica (ganho de massa muscular) e os hipercalóricos podem evitar ou recuperar a perda de peso. Além disso, o uso de alguns suplementos vitamínicos também pode ser importante nesta idade como vitamina D e cálcio, mas cada caso necessita ser avaliado.

 

As proteínas
A suplementação proteica é necessária quando existe dificuldade em consumir a quantidade adequada deste nutriente ou quando há uma perda de massa muscular exacerbada em função de alguma patologia. Porém, é preocupante quando não envolve indicação de algum profissional habilitado para prescrição. O excesso de proteínas pode acarretar sérios prejuízos à saúde principalmente a função renal.

 

Os shakes
Os shakes estão na moda. Mas temos que ter muito cuidado com o uso ou substituição de refeições por shakes. Sempre procure um profissional nutricionista antes de utilizá-los. Muitas vezes os resultados esperados com uso de shakes podem ser alcançados somente com uma alimentação saudável. O uso indiscriminado de suplementos sem acompanhamento de um profissional pode, sim, ser prejudicial à saúde e até causar doenças em indivíduos saudáveis. Procure sempre um profissional nutricionista e/ou médico para indicação, orientação de riscos e benefícios.


A suplementação preventiva

A suplementação pode ser uma aliada de forma preventiva na perda de peso e/ou massa muscular. O paciente com boas reservas proteicas e energéticas recupera de forma mais rápida e apresenta menos risco de mortalidade.

Gostou? Compartilhe