Estado aumenta em quase 75% a capacidade de leitos de UTI para atendimento pelo SUS

Na região de Passo Fundo, o Hospital de Caridade de Carazinho teve 6 novos leitos habilitados pela Secretaria Estadual de Saúde

Por
· 1 min de leitura
Foto: Maicon Hinrichsen / Secom / Arquivo

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Desde o início da pandemia de coronavírus, o Rio Grande do Sul aumentou a capacidade de atendimento do sistema público de saúde. Com a habilitação de 73 novos leitos pelo Ministério da Saúde na sexta-feira (10), o Estado alcançou aumento de 74,7% nos leitos de UTI para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Antes da pandemia, o território gaúcho tinha 933 leitos UTI adulto SUS. A meta do governo estadual era ampliar em pelo menos 60% o número, que foi superada no começo de junho. Até agora, já foram habilitados 697 novos leitos, totalizando 1.630. “Esse aumento contribuiu para que o nosso índice de ocupação ficasse sempre nos 70%. Se não fosse isso, estaríamos com 100%, se não mais. A ampliação de leitos que fizemos em parceria com prefeituras e com apoio do governo federal é responsável por não termos, até aqui, o colapso do nosso sistema de saúde”, destacou o governador Eduardo Leite, ao anunciar, nesta segunda-feira (13/7), as novas habilitações.  

Apesar de ter ultrapassado a meta, o Estado pretende seguir ampliando a rede pública hospitalar, com foco em atender os casos mais graves de Covid-19. O planejamento previsto é de fazer o pedido de habilitação de mais 279 leitos ainda neste mês de julho, para alcançar 1.909 – crescimento de 104,6%.

Na região de Passo Fundo, o Hospital de Caridade de Carazinho teve 6 novos leitos habilitados pela Secretaria Estadual de Saúde. 


Gostou? Compartilhe