Estado aumenta em quase 75% a capacidade de leitos de UTI para atendimento pelo SUS

Na região de Passo Fundo, o Hospital de Caridade de Carazinho teve 6 novos leitos habilitados pela Secretaria Estadual de Saúde

Por
· 1 min de leitura
Foto: Maicon Hinrichsen / Secom / ArquivoFoto: Maicon Hinrichsen / Secom / Arquivo
Foto: Maicon Hinrichsen / Secom / Arquivo
Você prefere ouvir essa matéria?

Desde o início da pandemia de coronavírus, o Rio Grande do Sul aumentou a capacidade de atendimento do sistema público de saúde. Com a habilitação de 73 novos leitos pelo Ministério da Saúde na sexta-feira (10), o Estado alcançou aumento de 74,7% nos leitos de UTI para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Antes da pandemia, o território gaúcho tinha 933 leitos UTI adulto SUS. A meta do governo estadual era ampliar em pelo menos 60% o número, que foi superada no começo de junho. Até agora, já foram habilitados 697 novos leitos, totalizando 1.630. “Esse aumento contribuiu para que o nosso índice de ocupação ficasse sempre nos 70%. Se não fosse isso, estaríamos com 100%, se não mais. A ampliação de leitos que fizemos em parceria com prefeituras e com apoio do governo federal é responsável por não termos, até aqui, o colapso do nosso sistema de saúde”, destacou o governador Eduardo Leite, ao anunciar, nesta segunda-feira (13/7), as novas habilitações.  

Apesar de ter ultrapassado a meta, o Estado pretende seguir ampliando a rede pública hospitalar, com foco em atender os casos mais graves de Covid-19. O planejamento previsto é de fazer o pedido de habilitação de mais 279 leitos ainda neste mês de julho, para alcançar 1.909 – crescimento de 104,6%.

Na região de Passo Fundo, o Hospital de Caridade de Carazinho teve 6 novos leitos habilitados pela Secretaria Estadual de Saúde. 


Gostou? Compartilhe