Alimentação e câncer de próstata

Prevenção pode ser feita com alimentação equilibrada

Por
· 1 min de leitura
Taíne Cibulski é nutricionista, especialista em Atenção ao Câncer, na Clinica Life e no Instituto do Câncer Hospital São Vicente

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

 O Novembro Azul está para os homens como o Outubro Rosa é para as mulheres: alertar à importância da promoção dos cuidados em saúde. Este movimento objetiva conscientizar sobre as implicações e diagnóstico precoce do câncer de próstata, visando reduzir sua taxa de mortalidade. Estudos epidemiológicos indicam que o risco de desenvolver câncer de próstata está associado à idade, etnia, histórico familiar e pode ser influenciado pelos hábitos alimentares. Dentre os fatores de risco modificáveis para o desenvolvimento do câncer de próstata, estão o sobrepeso, obesidade, alimentação inadequada e o sedentarismo.

Reduzindo riscos

É possível reduzir o risco de câncer através da alimentação, de acordo com Taíne Cibulski, nutricionista no Instituto do Câncer Hospital São Vicente. Está comprovado que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos, cereais integrais e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco de câncer, como também de outras doenças crônicas não-transmissíveis. A alimentação rica em gordura saturada, presente em carnes gordas, leite integral, ovos, óleo de coco e produtos industrializados é fator de risco para o desenvolvimento desse câncer. A alimentação saudável, baseada no equilíbrio na ingestão de calorias e gorduras, bem como, de antioxidantes provenientes naturalmente nos alimentos, pode auxiliar na prevenção.

 

Alimentação equilibrada

Sabe-se que várias doenças podem ser prevenidas por meio de hábitos saudáveis. A alimentação equilibrada e constituída de gorduras boas (azeite de oliva, abacate, oleaginosas como nozes e castanhas), carnes magras, privilegiando a ingestão de peixes, e de antioxidantes e compostos bioativos naturais presentes em frutas e vegetais podem ser fatores de proteção para evitar o câncer de próstata. Alguns estudos apontam a obesidade como fator de risco para mortalidade. Nesse sentido, outros hábitos saudáveis também são recomendados, como fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

(Matéria completa em nossa edição impressa)

 

 

 

 

Gostou? Compartilhe