Os fatores que propiciam a cárie

A doença exige tratamento para evitar sérias consequências

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Falar sobre a saúde bucal sempre faz bem. É um tema que não pode ficar no esquecimento, pois a cárie é a doença oral mais comum. Portanto, é bom rever conceitos básicos. A Dra. Renata Spode, cirurgiã-dentista na Clínica Prodonto, explica que a cárie é uma doença que causa a destruição dos tecidos dentais. Isso acontece quando temos a combinação de três fatores no ambiente bucal, que são: a presença de placa bacteriana sobre os dentes, em segundo o substrato, que são preferencialmente açúcares provenientes dos alimentos ingeridos e, por último, o tempo que os dois primeiros vão permanecer em contato com a superfície dental. Traduzindo, para que a cárie aconteça é necessário que a escovação seja ruim e que reste sobre os dentes placa bacteriana, somado a isso teremos uma ingestão frequente de alimentos cariogênicos que vão fornecer o alimento para as bactérias. Isso acontecendo com frequência (tempo), faz com que o ácido produzido pelas bactérias, que é resultado da “digestão do alimento”, ataque a superfície do dente, causando uma erosão. Assim se dá o processo da cárie, explicando de uma forma muito simples.

 

Consequências
Se o processo cárie seguir seu livre curso, sem tratamento, passaremos pelo estágio inicial que é apenas uma mancha branca na superfície do esmalte. Depois a mancha vai evoluir para uma cavidade. Essa cavidade aumenta até atingir a polpa, conhecida popularmente como ‘o nervo’, nesse momento inicia a dor no dente. Inicialmente, essa dor é passageira e eventual, mas com o tempo se torna espontânea e ininterrupta. A essa altura já teremos uma grande destruição da estrutura do dente, mas ainda é possível mantê-lo se forem feitos os tratamentos necessários. Não havendo tratamento, o dente seguirá perdendo estrutura até um ponto em que a única solução é a extração do dente. Com a perda de vários dentes haverá dificuldade na mastigação e complicações no processo de digestão e nutrição. Também podemos aqui falar dos prejuízos do ponto de vista da saúde emocional e da insegurança causada pela falta de um sorriso confiante.

 

Evitar
Como a cárie é resultado de uma combinação de fatores, devemos estar atentos em fazer uma limpeza eficiente dos dentes para reduzir o número de bactérias presentes no meio bucal. Para que isso aconteça é preciso combinar uma boa escovação com o uso do fio dental. Outro ponto importante é reduzir a frequência de ingestão de alimentos açucarados. Por exemplo, existem pessoas que tem o costume de chupar balas ou mascar chicletes que contém açúcar várias vezes ao dia. Perigo!

 

Cuidado
Mesmo devidamente tratada a cárie pode reaparecer. Sim, a cárie pode recidivar. Se não houver uma melhora ou mudança nas causas dessa cárie, como melhor higienização desse local ou mesmo adequação de uma dieta cariogênica, a cárie pode reincidir no mesmo ponto ou aparecer em outro dente.

Gostou? Compartilhe