Pacientes em tratamento oncológico precisam de mais cuidados

Pessoas em tratamento oncológico estão ainda mais suscetíveis a contrair doenças respiratórias

Por
· 2 min de leitura
A vacina contra a gripe, a higienização das mãos e manter-se bem agasalhado são orientações essenciais para enfrentar o período mais frio do ano

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Com a chegada do inverno, que começa no dia 21 de junho, as chances de contrair infecções respiratórias são maiores. Pacientes em tratamento oncológico estão ainda mais suscetíveis a essas doenças, devido ao tratamento que contribui para a queda da imunidade e também costuma acentuar a sensibilidade ao frio. As doenças respiratórias mais comuns no período de frio que acometem pacientes com câncer são os resfriados, a gripe e infecções bacterianas de vias aéreas como sinusite e pneumonia. 


O oncologista clínico do Centro de Tratamento do Câncer (CTCAN), Dr. Alvaro Machado, salienta que os pacientes oncológicos precisam redobrar os cuidados com a saúde no inverno. “O tratamento quimioterápico pode reduzir a imunidade, assim como o uso crônico de corticosteróides, e pacientes com doença muito avançada, debilitados e desnutridos são mais suscetíveis às infecções e complicações nesta época do ano”, ressalta o oncologista do CTCAN.


A vacina contra a gripe, a higienização das mãos e manter-se bem agasalhado são orientações essenciais para enfrentar este período do ano. “A primeira orientação é fazer a vacina contra a gripe. Segundo manter boa higiene lavando as mãos, não levando as mãos à boca e olhos, mantendo-se afastado de pessoas claramente gripadas, com tosse ou febre e manter-se bem agasalhado”, observa Machado.


Vacina contra a gripe
O oncologista também reforça a importância da imunização contra a gripe. “A vacina baseia-se nas cepas de vírus da gripe do ano anterior, mesmo assim é importante e reduz, comprovadamente, os casos de gripe e de mortes. Por ser vacina de vírus inativados, é segura e pode ser administrada mesmo durante o tratamento quimioterápico. Sempre recomendo que o médico assistente seja consultado para as orientações individualizadas”, orienta o oncologista.


Recomendações
As vacinas estão disponíveis na rede pública e privada. A Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) estabeleceu algumas recomendações gerais para pacientes oncológicos como:


- A vacina contra influenza é uma vacina de vírus inativado administrada em dose única;
- Anualmente são definidas as cepas que constituem a vacina. Em 2018, a vacina trivalente é constituída de duas cepas similares ao influenza A (H1N1 e H3N2) e uma cepa similar ao influenza B. A vacina tetravalente inclui mais uma cepa similar ao influenza B;
- Pacientes com tumores sólidos ou hematológicos estão incluídos no grupo de pacientes de risco maior para a infecção e complicações de influenza, tendo prioridade e recomendação formal para vacinação;
- Como recomendação geral, pacientes recebendo radioterapia, quimioterapia venosa ou oral, terapia-alvo (incluindo rituximabe) ou pacientes pós-transplante podem receber a vacina anualmente, com segurança.
- A resposta à vacina para influenza pode ser variável em pacientes em uso de terapia imunossupressora. Embora os dados sejam escassos, recomenda-se, quando possível, administrar a vacina entre os ciclos de quimioterapia e utilizar medidas adicionais de proteção (ex: lavar sempre as mãos, evitar locais com aglomeração de pessoas, utilizar álcool gel nas mãos e, caso julgue necessário, máscara de proteção).
- Pacientes utilizando imunoterapia (anticorpos anti-PD-L1 e anti-CTLA4) podem receber a vacina.
- Pessoas em contato com pacientes com câncer (principalmente crianças) e profissionais de saúde, que não apresentem contraindicação, devem receber também a vacina.

Gostou? Compartilhe