Prefeitura anuncia compra de testes para diagnóstico do coronavírus

UPF será responsável pela produção dos testes

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?
O exame de PCR para detecção do vírus causador da Covid-19, que é realizado pelo Ministério da Saúde, deverá estar disponível em Passo Fundo a partir da segunda quinzena de abril. A Prefeitura já autorizou a compra dos insumos para que a Universidade de Passo Fundo (UPF) possa produzir os testes. O objetivo é ampliar a testagem e ter mais agilidade, dando prioridade aos casos de profissionais da saúde, além dos processos do próprio município.
 
O prefeito Luciano Azevedo ressaltou que a falta de diagnósticos precisos prejudica a tomada de decisões, pois sem os testes não é possível saber ate que ponto o vírus se espalhou, nem diferenciar quem está com o coronavírus de pessoas apenas com sintomas semelhantes. 
 
"A ampliação da testagem nos dará informações em relação à situação local, permitindo a definição de estratégias de isolamento das pessoas contaminadas com o vírus e evitando a disseminação da doença", observou a secretária municipal de saúde, Carla Gonçalves. 
 
Dois professores da UPF, um imunologista e outro virologista, realizaram o levantamento, descrição e quantidade de insumos necessários para aquisição. Ao todo, são 28 itens.
 
Atualmente, a recomendação do Ministério da Saúde é de fazer testes apenas em casos graves de pessoas com suspeita de coronavírus e profissionais de saúde e segurança com sintomas respiratórios.
Gostou? Compartilhe