Casa bem vestida

Os tecidos roubam a cena e são tendência de decoração para o revestimento de paredes e móveis

Por
· 3 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Antes mesmo dos papéis de parede, os tecidos já eram usados como revestimento de paredes e móveis que mereciam uma repaginada. Mas por algum tempo eles andaram um pouco esquecidos dando lugar aos papéis de parede. Mas agora voltam com tudo na decoração de ambientes deixando os lugares aconchegantes, divertidos e com muito estilo.

Conversamos com a arquiteta Carla Almeida para tirar algumas dúvidas no uso do tecido como revestimento. Já sabemos que eles são perfeitos para forros de sofás, almofadas e cortinas, mas nas paredes e móveis, sempre surge a dúvida de como usa-los e coordena-los com a decoração. Confira a dica da expert no assunto e use os tecidos sem medo de errar.

 

 

Mix- Por que as pessoas, cada vez mais, optam por tecidos para revestir paredes ou móveis? 


Carla Almeida- Os tecidos, dos mais ousados aos mais clássicos, ilustram os ambientes e oferecem uma variedade infinita de estampas, cores e texturas para satisfazer todos os gostos. Tomando o lugar do papel de parede, o tecido é curinga. Além de revestir o sofá, a poltrona e até a parede, pode customizar outros tipos de móveis, como cômodas e mesinhas laterais. O revestimento de parede com tecidos é uma alternativa para se decorar a casa ou o escritório, pois transmite sofisticação e charme ao local, com a vantagem de proporcionar um melhor isolamento acústico e ter uma durabilidade maior do que a pintura.

Mix- Para que situações ele é indicado? Como ele pode ser harmonizado com a decoração da casa?


Carla- A decoração é um fator que influencia na harmonia do ambiente. Ao invés da pintura, uma opção que pode ser de divertida a elegante é o uso do tecido para revestir as paredes. O importante é usar a imaginação para selecionar o tecido com a estampa que julgar mais adequada, seja para decorar o quarto do seu filho com um tecido colorido, ou dar aquele charme na sala com um tecido bem imponente. Além de bonito, irá melhorar a acústica do espaço.

Mix- Qual a maneira adequada de usá-los na decoração?

 

Carla- Uma peça de mobiliário antiga ou ultrapassada ganha novos ares com estampas e cores. No entanto, é preciso ter alguns critérios para usar esse recurso. Primeiramente, indica-se saber, exatamente, onde o móvel transformado vai ficar, disso depende a escolha do tecido. Se for num quarto, os mais indicados são os de cores suaves e estampas delicadas. Como destaque em um ambiente (e se não for uma peça grande) vale ousar com uma estampa diferente. Pode-se usar o recurso para revestir o interior do móvel ou apenas uma parte dele, combinando com uma pintura colorida. O bom é dar asas à criatividade, transformar o velho em contemporâneo.

Mix- É possível aplicá-los em casa, artesanalmente? Como faço a aplicação?

 

Carla- O tecido pode ser aplicado diretamente sobre a parede utilizando-se cola fórmica, mas é recomendado que a parede esteja livre de umidades e nivelada para não ocasionar ondulações. Para dar maior estabilidade dimensional e deixar o tecido com menos flexibilidade pode-se usar o backing (camada de adesivo que se aplica no verso do tecido). Outra opção bastante utilizada é colar primeiro uma espuma fina e depois aplicar o tecido, alternativa que resulta em um melhor acabamento, além de atuar como isolante térmico.


É possível que a aplicação seja feita em casa, entretanto, é recomendado que a instalação seja feita sempre por um profissional experiente, pois a má colocação ocasionará em um tecido de aparência enrugada e assimétrica. O responsável pela aplicação não pode esquecer que o tecido deve ser distribuído por altura e, para não ocorrer deformação na simetria, é necessário fazer uma costura observando a continuidade da estampa (lembrando que a largura da maioria dos tecidos é de 1,40cm). Uma vez costurado, recomenda-se passar o tecido com ferro quente, pois propicia a abertura da costura. Além disso, recomenda-se não aplicar o tecido em áreas que fiquem expostas ao sol.

 

Mix- Como precisa ser o tecido? Qual a textura?

 

Carla- Todos os tecidos podem ser aplicados, independentemente da composição, porém o ideal são os tecidos mais grossos, para não correr o risco da cola transbordar para frente do tecido. Uma boa opção para revestir parede é o linho, pois quase todos podem ser usados para este fim. É importante que o tecido não seja muito aberto, como a gaze de linho e nem muito fino como a cambraia. O linho pode ser um ótimo revestimento de parede e dura anos.

Mesmo que a aplicação seja feita por um profissional, algumas precauções são extremamente relevantes: é importante que o tecido tenha tratamento anti-chamas; o tecido mais adequado para lavabos e varandas é o impermeável; e, para conservar e ter uma melhor durabilidade do revestimento, deve-se utilizar levemente o aspirador de pó uma vez por semana, além de se tomar o cuidado de limpar manchas ou derramamento de líquidos usando apenas pano úmido e sabão neutro.

 

Gostou? Compartilhe