Como descartar roupas de que gostamos?

Confira três dicas fáceis que podem ter ajudar

Por
· 1 min de leitura
 Crédito:  Crédito:
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Não é tarefa fácil, mas chega um dia que todas nós temos que admitir que muitas roupas, pelas quais somos apaixonadas, já não servem mais ou estão há um bom tempo paradas no armário. É nessa hora que começa a tortura de pensar em um modo de desapegar e descartas essas roupas. Segundo a home organizer, Ingrid Lisboa, essa é uma questão recorrente em seus cursos de organização de armários e closets. Mas ela garante que mesmo as pessoas mais apegadas, com algum treinamento, conseguem se desfazer de roupas que não servem ou das não se gosta mais. Ela admite que é custoso, mas separou três dicas que vão lhe ajudar nessa árdua tarefa.

1)    Desfaça-se de todas as roupas que são lindas e estilosas, mas que te fazem sentir mal. Quais são elas? Pense, por exemplo, naquelas roupas que não te servem mais, aquelas de número menor que você usava antes de as crianças nascerem e permanecem até hoje no seu armário. Afinal, quando você olha para elas, se sente bem? Tire hoje mesmo estas peças do seu armário. Você não merece se sentir mal por conta de uma simples calça jeans. Acredite!

2)    Desfaça-se de todas as roupas que são super bacanas, lindas de viver, mas que demandam tanto cuidado que você até tem medo de usar. Sabe aquele casaco de couro branco que você usa uma vez a cada 2 anos e sempre manda para a lavanderia depois de usar? Desfaça-se dele. Se te dá tanto trabalho e pouca felicidade, por que mantê-lo? Mesmo que você tenha poucas roupas “trabalhosas” no armário, descartando-as você já estará abrindo espaço para coisas novas que poderão realmente serem usadas.

3)    Deixe no seu armário, portanto, apenas as roupas que você realmente quer e vai usar. Como fazer isso? Pegue cada peça e olhe para ela. Imagine-se usando esta roupa. Se precisar encontrar um motivo para não descartar, há grandes chances de que você não vá usá-la novamente. Não tenha medo. Não vai usar? Não se imagina dentro da roupa? Doe!

E a dica final: você merece ter na sua casa apenas o que te deixa bonita HOJE. E também merece gastar sua energia somente com o que realmente usa.

Gostou? Compartilhe