Gestão de qualidade garante transfusões seguras

Serviço de Hemoterapia do HSVP tem rotina de aprimoramentos e melhorias

Por
· 3 min de leitura
Certificações garantem a qualidade dos serviçosCertificações garantem a qualidade dos serviços
Certificações garantem a qualidade dos serviços

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A doação de sangue inicia com a chegada do doador ao Serviço de Hemoterapia, mas não termina quando ele vai embora. Depois da coleta, esse sangue percorre um caminho de testes e avaliações para garantir a qualidade do produto e a segurança de quem vai recebê-lo. Os processos que envolvem a Medicina Transfusional devem ser seguros. Para garantir a excelência nos serviços prestados, o Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, desde sua abertura, em março de 2011, vem passando por processos de aprimoramentos e melhorias, com rotinas que visam um trabalho de aperfeiçoamento. Conforme a responsável técnica do serviço, Dra. Cristiane Rodrigues Araújo, “sempre houve um cuidado para iniciar as novas rotinas, novos processos na linguagem do Sistema da Qualidade, respeitando as normas legais e, após, um consenso mais direcionado para a certificação ONA (Organização Nacional de Acreditação)”.

 

Controle
O controle da qualidade é feito para garantir que o produto, insumos e serviços atendam as especificações exigidas. Segundo a enfermeira responsável pela Gestão da Qualidade, Tatiani Golunski, “o Sistema de Gestão da Qualidade tem uma abordagem ampla e avalia todos os processos da organização e sua relação com clientes e fornecedores, ações de coordenação e controle, assegurando que os requisitos serão atendidos e monitorados através das ferramentas da qualidade”. A qualidade total tem princípios com foco no cliente, liderança, envolvimento de pessoas, abordagem por processos, abordagem sistêmica de gestão com tomada de decisão, melhoria contínua e relação com fornecedores.

 

Auditorias, inspeções e avaliações
Com base nesses princípios, o Serviço de Hemoterapia submete-se a auditorias internas e externas garantindo certificações de Gestão da Qualidade. “A exemplo da avaliação como Hemobrás (Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia), auditoria interna do Programa 5S, onde recebeu a certificação de Excelência 5S, inspeção do Centro Estadual de Vigilância Sanitária, que realizou inspeção em todo o processo do ciclo do sangue, na ocasião o serviço conquistou a pontuação de 98.6, o que conferiu a Hemoterapia do São Vicente, estar entre os melhores serviços de sangue do estado”, evidencia Tatiani. Além disso, em outubro de 2017, foi inaugurada a Agência Transfusional no HSVP, Unidade Uruguai, permitindo maior agilidade na hora que os profissionais solicitarem a transfusão de sangue, e assim, garantindo maior segurança ao paciente, também nesta unidade.


Testes de proficiência
Os testes de proficiência consistem em avaliações teórico-práticas disponibilizadas por instituições reconhecidas, que têm intuito de avaliar o desempenho dos serviços. O setor de Controle de Qualidade externo do Ministério da Saúde, Controllab e Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH), nas áreas de Controle de Qualidade de Hemocomponentes, Imuno-hematologia e Sorologia.

 

Gestão de documentos, indicadores e ouvidoriaG
O Sistema de Gestão faz gestão de documentos como procedimentos operacionais padrão, instrução de trabalho e manuais. Com intuito de melhoria contínua o serviço realiza auditorias internas periódicas baseadas em requisitos legais. “Tem implantado indicadores de gestão com análises críticas sistemáticas bem como ouvidoria para clientes, doadores e pacientes, onde é avaliada o índice de satisfação dos mesmos com retorno sistematizado e a implantação de planos de ações quando cabíveis”, ressalta Tatiani.

 

Certificação ONA
A certificação da ONA analisa a qualidade de serviços da saúde do Brasil e seu foco principal é a segurança do paciente. Pensando nisso, “o Sistema de Gestão da Qualidade sempre esteve baseado nos princípios e requisitos da ONA e, em 2018, quando o HSVP recebeu o certificado de Acreditação, esse processo se consolidou”.

 

Conquistas
A responsável técnica Cristiane de Araújo foi aprovada recentemente para ser auditora do Programa de Acreditação da American Association of Blood Banks (AABB) e Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH). Para ser auditor, alguns requisitos são necessários, como ter 10 anos de experiência comprovada na área técnica de hemoterapia e cinco anos de experiência comprovada em gestão da qualidade.

 

Busca contínua
Neste cenário, a Hemoterapia do HSVP vem trabalhando em prol do aumento da segurança para os pacientes, doadores de sangue e profissionais. Com a possibilidade de ampliar a qualidade da assistência, capacitação e educação permanente do profissional, fortalecimento do trabalho em equipe, melhora contínua, otimização dos processos do trabalho com foco na satisfação dos clientes internos e externos.

Gostou? Compartilhe