Médica Passo-fundense apresentará estudo em San Diego

Será em outubro no Congresso da Sociedade Norte Americana de Menopausa

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A Dra. Karen Oppermann Lisbôa, médica ginecologista e preceptora da Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia do Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo, apresentará um trabalho nos Estados Unidos. Seu estudo "Associated factors to bone mineral density among midlife women: a population-based study" - Fatores associados à densidade mineral óssea entre mulheres na meia idade: um estudo de base populacional-  será mostrado no Congresso da Sociedade Norte Americana de Menopausa, em São Diego, Estados Unidos, em outubro desse ano.

Grupo de mulheres
A especialista, que é docente na Faculdade de Medicina da Universidade de Passo Fundo, tem uma longa trajetória no estudo de mulheres na transição menopausal. Há mais de 20 anos, Dra. Karen e sua equipe vêm estudando um grupo de mulheres que estavam entrando na menopausa naquela época. Estas mulheres foram escolhidas aleatoriamente na cidade e representam uma amostra de toda a população de Passo Fundo. “Estes estudos longos e com pessoas de uma mesma comunidade são muito esclarecedores, já que, vários detalhes são estudados como, por exemplo, o uso de reposição hormonal, presença de obesidade, hipertensão, diabetes, osteoporose e doenças do coração”, ressalta Dra. Karen, evidenciando ainda que, desta amostra populacional vários estudos têm emergido e auxiliado a orientar as mulheres nessa fase da vida. A pesquisadora agradeceu aos seus colegas médicos associados e aos estudantes bolsistas de Medicina enfatizando que esse reconhecimento é pelo trabalho coletivo de seu grupo.

Gostou? Compartilhe