Os incômodos do calor durante a gravidez

No verão as temperaturas elevadas propiciam desconforto e mal-estar

Por
· 2 min de leitura
A gestante, naturalmente, já tem uma tendência a sentir mais calor porque seu metabolismo está mais aceleradoA gestante, naturalmente, já tem uma tendência a sentir mais calor porque seu metabolismo está mais acelerado
A gestante, naturalmente, já tem uma tendência a sentir mais calor porque seu metabolismo está mais acelerado

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Com seus prós e contras, o verão tem altas temperaturas que podem causar incômodos para algumas pessoas. Em um período de maior sensibilidade, as gestantes tendem a sofrer mais com as indisposições provocadas pelo excesso de calor. A enfermeira obstetra e ginecológica Josiele Carlotto, que atua na Maternidade do Hospital de Clínicas, explica o que ocorre com as gestantes nesses dias quentes. As altas temperaturas do verão costumam causar incômodos para a maioria das pessoas que circulam pelo sol forte e até mesmo na sombra. Por estarem mais sensíveis, as gestantes sofrem um pouco mais com as indisposições causadas pelo calor excessivo, principalmente as que já estão com aquele barrigão dos meses finais de gravidez. A gestante, naturalmente, já tem uma tendência a sentir mais calor porque seu metabolismo está mais acelerado.

 

Inchaço
O motivo dessa sensação é consequentemente ao enfeito dos hormônios gestacionais no organismo da mulher grávida. Dentre estes efeitos podemos citar o inchaço nos pés e pernas, além de queda de pressão e mudanças físico-químicas no trato genital inferior, esta predispõe o surgimento de leucorréias vaginais e candidíase, que são mais frequentes na época de calor. Caso ocorram infecções vaginais o aconselhável é consultar com seu médico obstetra.

 

Cuidados
Para diminuir o mal estar é importante que alguns cuidados sejam tomados, como hidratar-se bem. Consumir ao menos 02 litros de líquidos não alcoólicos por dia. Tomar banhos com água morna (mais fria) mais de uma vez ao dia. Além disso, como em toda a vida, neste período, as mulheres devem ter total atenção com a higiene íntima já que há um aumento na transpiração, o que propicia o crescimento de fungos e bactérias. A orientação é que sejam usados apenas água e sabonetes neutros na higiene externa genital.

 

Para amenizar a indisposição
O aumento da temperatura faz com que a pressão arterial, caia um pouco, dificultando o retorno venoso. Com isso, ela tem maior retenção de líquido e surge o edema, (inchaço) geralmente nos pés, pernas, face e mãos, para minimizar este sintoma, a dica é beber muita água, além disso, praticar atividade física, dormir com pernas levemente elevadas, e evitar permanecer muito tempo na mesma posição. Afaste o risco de tonturas ou desmaios, isso se deve a queda da pressão arterial. Para não se sentir mal, ingerir água em grande quantidade, e se alimentar a cada três horas e evitar locais muito quentes. Muito cuidado com as manchas de pele, o melasma da gestação, que são aquelas manchas que podem surgir no rosto, o ideal é preveni-lo, usando muito protetor solar.


O calor e os bebês

O calor afeta os bebês de uma maneira diferente dos adultos. Isto porque corpo do bebê não se adapta tão bem as mudanças na temperatura. Para proteger seu bebê dos problemas de calor pode ter alguns cuidados especiais. Vista seu pequeno com roupas leves e de algodão, cores claras. Evite expor o bebê ao sol entre as 10e 16 horas, nestes horários a radiação solar é mais perigosa. Também procure manter seu bebê bem hidratado, aumentando a frequência da amamentação. Lembrando que até o sexto mês de vida não é necessário introduzir ingesta de líquidos, sucos e chás. Aleitamento a livre demanda durante seis meses de vida e continuado até os dois anos de idade.

Gostou? Compartilhe