Prenda moderna

Quem acha que vestido de prenda tem que ser colorido, com flores e babados, está muito enganado. Apesar de muito disso ainda se manter, a prenda de hoje é moderna e prática e inclui, facilmente, elementos da tradição gaúcha nos looks do dia a dia

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A praticidade e o conforto que toda mulher busca na hora de se vestir para enfrentar a correria do dia a dia chegou aos Centros de Tradições Gaúchas. As prendas, que antes desfilavam seus belos, porém pesados, vestidos, hoje buscam um visual mais moderno e que sobreviva o ano inteiro.

De acordo com a proprietária da loja Guapos e Cia, Vanessa Cruz, - que vê a venda de artigos tradicionalistas aumentar em até quatro vezes em relação ao resto do ano durante a Semana Farroupilha - o perfil da prenda mudou um pouco, principalmente, devido a entrada da bombacha feminina que, pela praticidade do dia a dia e pelo custo benefício, é o que mais tem saindo na loja. Apesar disso, Vanessa garante que o tradicional – bombachas para os homens e vestidos para as prendas – ainda segue forte.

E com um novo perfil, claro que as novidades não ia deixar de aparecer. A dona da loja explica que as bombachas femininas estão vindo mais justas, com elastano e até mesmo em jeans, com tecidos coloridos, algumas com texturas e estampas diferentes. Tem até tigradas. “Sempre tem novidades e tudo está se adaptando a modernidades. Embora seja um produto tradicional, as novidades também incluem algumas tendências”, explica.

Uma das grandes responsáveis por essa modernização da prenda gaúcha é a cantora e apresentadora Shana Müller, que não dispensa as vestimentas gaúchas, mas acrescenta a elas seu toque contemporâneo. Segundo Vanessa, foi o estilo de Shana que incluiu no guarda-roupas das prendas saias, faixas e camisetes. “A loja teve que se adaptar para atender esse público que geralmente é mais jovem. Não que as pessoas mais experientes já não estejam se adaptando a esse estilo também”. Para a dona da loja o que Shana traz é um estilo mais estancieiro, porém moderno e que brinca um pouco com o estilo argentino. “Algumas das faixas que ela usa vem disso: ela fez uma mistura atualizada desses estilos que fica mais jovial. Nas saias dela não tem saias de armação, por exemplo, o que torna mais prático. As gurias também optam porque podem usar com botas de salto alto”, comenta. E o sucesso foi tanto que a cantora – que cria seus próprios figurinos – chegou a lançar uma grife própria durante a Expointer.

Para Vanessa, o mais legal de tudo é que não são peças exclusivas da Semana Farroupilha: “Os acessórios gaúchos podem ser tranquilamente adaptados para o dia a dia, desde lenços, cintos, coletes, capas e até as alpargatas que conquistaram todo mundo e vão bem com jeans ou qualquer peça”, encerra. 

Gostou? Compartilhe