Saúde é preocupação das mulheres do Sul do país

O levantamento, que contou com a participação de mais de 5.000 pessoas, sendo destas 2.616 mulheres de todas as regiões do País, também mostrou que a maioria das entrevistadas do Sul (77%) considera a vida social fundamental para viver ao máximo

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Segundo pesquisa da Abbott, empresa global de cuidados para a saúde, as mulheres do Sul do país estão bastante preocupadas com o bem-estar. O estudo, intitulado “O que é para o brasileiro viver ao máximo?” revela que, embora 76% das sulistas considerem a saúde fundamental para uma vida plena, 46% delas se declaram acima do peso, 27% convivem com algum tipo de dor e 21% lutam com a depressão.
O levantamento, que contou com a participação de mais de 5.000 pessoas, sendo destas 2.616 mulheres de todas as regiões do País, também mostrou que a maioria das entrevistadas do Sul (77%) considera a vida social fundamental para viver ao máximo.

 

Gostou? Compartilhe