50 ANOS DE HISTÓRIA: UPF oferece ensino inovador na formação

Universidade aprimora formação de médicos utilizando manequins de alta fidelidade por meio do Centro de Simulação Realística

Por
· 3 min de leitura
Centro de Simulação Realística promoveu uma revolução no ensino médico Faculdade de Medicina da UPF já formou mais de dois mil médicos (Foto: Jéssica França/UPF)Centro de Simulação Realística promoveu uma revolução no ensino médico Faculdade de Medicina da UPF já formou mais de dois mil médicos (Foto: Jéssica França/UPF)
Centro de Simulação Realística promoveu uma revolução no ensino médico Faculdade de Medicina da UPF já formou mais de dois mil médicos (Foto: Jéssica França/UPF)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Um profissional que é responsável por cuidar e promover a saúde da população, capaz de salvar e transformar vidas. O Dia do Médico, comemorado em 18 de outubro, promove o reconhecimento do serviço do médico. A Faculdade de Medicina da Universidade de Passo Fundo (UPF/FM) possui 50 anos de história e é responsável pela formação de mais de 2 mil médicos, em diversas especialidades, sendo uma das propulsoras do polo que transformou Passo Fundo em cidade referência na área da saúde.

Diante de um histórico de tradição no ensino médico, em ano de 2020 a UPF consolidou seu pioneirismo, inaugurando no mês de agosto o primeiro Centro de Simulação Realística do Norte (CSR) do Rio Grande do Sul. Com um espaço que agrega o que há de mais moderno no mundo, permitindo aos estudantes e profissionais da área da saúde em nível de graduação, pós-graduação e extensão o desenvolvimento de habilidades clínicas e aprendizado em procedimentos médicos, utilizando a simulação realística, com modelos de alta fidelidade e softwares de realidade virtual. “O CSR e representa um enorme avanço no ensino médico. Com cenários propícios ao treinamento de profissionais, onde as atividades principais do exercício médico podem ser exaustivamente repetidas, graças a utilização da tecnologia, onde temos laboratórios muito bem equipados para treinar o futuro médico antes de exercer a atividade em seres humanos”, destaca o diretor da FM, professor Dr. Paulo Roberto Reichert.

Diretor da Faculdade de Medicina da UPF, Paulo Reichert

 

Centro de Simulação Realística

Construído no Campus II da UPF, o Centro está localizado no quarto andar, junto à FM e ao Curso de Enfermagem. O espaço possui 800 m² de estrutura global, com ambientes preparados para o aprendizado controlado com sistema completo de imagens e sons, salas espelhadas para observação, salas de atendimento de emergência, sala de parto e enfermarias. As salas possuem câmeras instaladas em diferentes pontos, garantindo uma variedade de ângulos nas cenas de simulação, que permitem a captação de imagens e sons, além de transmitirem as imagens em tempo real.

De acordo com o diretor da FM, os espaços facilitam a observação de quem está do lado fora, sem que a equipe em treinamento se sinta observada. Com isso, os estudantes ficam imersos na simulação, ao mesmo tempo que estão sendo acompanhados pelos professores.  “É o maior Centro de Simulação do Rio Grande do Sul o que nos deixa extremamente orgulhoso. Mas não vamos parar por aí, estamos discutindo a ampliação desse cenário, com o hospital virtual na nossa escola, pois queremos continuar crescendo por meio da tecnologia implementando novos cenários que permitam o treinamento e o aprimoramento do ensino médico”, afirma Reichert.

 O Centro é composto por manequins que podem representar uma infinidade de patologias e agravos de saúde, com isso os estudantes e profissionais aprendem como proceder em situações como parada cardiorrespiratória, infarto, AVC, choques, asfixia, hemorragias, ferimentos, fraturas, queimaduras, convulsões, entre outros. A simulação permitiu uma revolução no sistema de ensino e de aprendizagem nas áreas de saúde.

A inauguração do CSR está alinhada à adoção de estratégias para transformações curriculares com a implantação de metodologias ativas, diversidade dos cenários práticos, com envolvimento de equipe multiprofissional e transdisciplinar atuando positivamente nos processos de ensino-aprendizagem dos estudantes de medicina da UPF.


Demais profissionais da área da saúde também aprendem com espaço inovador

Além de acadêmicos do curso de Medicina, estudantes dos cursos de Enfermagem, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Farmácia, Nutrição, Estética e Cosmética, Ciências Biológicas, Educação Física, Psicologia, Odontologia e Serviço Social também aprendem utilizando o espaço.

O CSR oferece ainda uma ampla variedade de cursos para o desenvolvimento de habilidades como raciocínio clínico, trabalho em equipe, comunicação e liderança. Os treinamentos são compostos por discussões teóricas e práticas, onde as aulas são customizadas, criadas especialmente para cada área e nível profissional.

Além de acadêmicos dos cursos da área da saúde da UPF, o espaço possibilita a atualização e o aperfeiçoamento de profissionais, atendendo as necessidades de prefeituras, coordenadorias de saúde, instituições de saúde e educação.


Para ver essa e outras notícias do caderno Gestão S.A., acesse /jornal-digital/2020-10-16,2809 

 


Gostou? Compartilhe