Estação das flores, época das alergias

Dispersão de pólen provoca agravamento das doenças respiratórias

Por
· 1 min de leitura
(Foto - Kie-Ker/Pixabay)(Foto - Kie-Ker/Pixabay)
(Foto - Kie-Ker/Pixabay)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

 No encanto de suas flores, a primavera pode agravar as doenças respiratórias alérgicas, como rinite, faringite, bronquite e asma. Nessa época do ano, devido à alta dispersão de pólen, o tempo seco e as oscilações de temperatura, podem desencadear algumas doenças no trato respiratório. Além disso, o aumento da temperatura juntamente com a baixa umidade do ar torna os ambientes propícios à proliferação de fungos, ácaros e bactérias que podem causar inflamações na mucosa nasal. As dicas sobre o assunto foram elaboradas pela médica otorrinolaringologista Thaís Marques da Costa, membro do corpo clínico do Hospital de Clínicas de Passo Fundo.

Thaís Marques da Costa é médica otorrinolaringologista no HCPF (Foto – Divulgação – HCPF)


Atenção 

Sintomas como: obstrução nasal, coriza, coceira no nariz, garganta e nos olhos podem ser indicativos de que algum processo alérgico pode estar se desenvolvendo no organismo. Realizar uma avaliação antecipada com o seu otorrino pode ajudar a prevenir as crises.


Medidas preventivas para evitar a alergia

- Fazer boa higienização nasal com soluções salinas.

- Manter o ambiente sempre arejado deixando janelas abertas e facilitando a exposição do ambiente à luz solar

- Não fume e não permita que fumem dentro de casa

 -Passar pano úmido em toda a casa

- Evitar o uso de ventiladores muito próximo. Caso não seja possível evitar o uso do ventilador, passe pano úmido em suas paletas

- Caso utilize ar condicionado, fique atento para a limpeza periódica dos filtros

- Eliminar tapetes, carpetes, cortinas de pano e bichos de pelúcia

- Não usar perfumes fortes 

- Evitar o contato com produtos químicos, como água sanitária e desinfetantes 

- Não manter animais de pelos e penas dentro de casa


Gostou? Compartilhe