Diabetes está associada a complicações da Covid-19

Prevenção e controle da doença estão relacionados à prática regular de atividade física e alimentação saudável

Por
· 2 min de leitura
Sociedade Brasileira de Diabetes estima que cerca de 7% da população brasileira vive com a doença (Foto: Divulgação)Sociedade Brasileira de Diabetes estima que cerca de 7% da população brasileira vive com a doença (Foto: Divulgação)
Sociedade Brasileira de Diabetes estima que cerca de 7% da população brasileira vive com a doença (Foto: Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, 13 milhões de pessoas vivem com diabetes no país, este número corresponde a 6,9% da população. “Sabemos que hoje um em cada onze adultos é portador de diabetes e muitos destes pacientes não sabem ainda que são portadores. Então, por isso, é importante fazer exames com seu médico com alguma frequência para avaliar o risco de diabetes.” alerta a médica endocrinologista do Hospital de Clínicas (HC) de Passo Fundo, Paula Stefenon.  

Diabetes é uma doença crônica que ocorre quando o corpo não produz insulina ou não consegue utilizar adequadamente a insulina produzida. “Neste último ano, acabamos passando por uma situação nova e impensável até pouco tempo que é a pandemia de covid-19. E como muitos sabem, o diabetes é fator de risco para complicações da covid-19. O paciente diabético descompensado acaba tendo uma reação inflamatória no corpo e esta reação inflamatória leva a uma redução da imunidade, levando a um aumento do risco de pegar a doença e também faz com que o corpo não consiga combater essa infecção de maneira adequada, aumentando o risco de complicações e de uma evolução pior pela covid-19.” explica a especialista.

Além das complicações relacionadas à covid-19, Dra. Paula Stefenon salienta que o controle do diabetes é fundamental para a prevenção de diversas outras doenças. “É importante mantermos o diabetes bem controlado para evitar uma evolução pior do covid-19, mas também para evitar as complicações crônicas do diabetes, como as doenças cardiovasculares, retinopatia, doença renal do diabético e também a doença vascular periférica.” enfatiza. 


Hábitos saudáveis são indispensáveis  

“Procurar comer de maneira adequada, com uma alimentação rica em salada, legumes, frutas para lanches, evitar o consumo de bebidas açucaradas, como os refrigerantes, sucos industrializados, colocar açúcar nas bebidas, evitar o consumo de doces e carboidratos refinados irá ajudar a manter um bom controle do diabetes. Se ainda não for possível ir para a academia e fazer um exercício mais estruturado, procurar ter alguma rotina de exercício físico em casa, pois isso também vai manter os níveis de glicose dentro do adequado. Lembrando que estes cuidados não servem apenas para os pacientes diabéticos, todo mundo deve ter uma alimentação saudável e uma rotina de exercício físico pois isso previne muitas doenças. Pacientes que estão em risco de desenvolver diabetes, como pacientes que estão acima do peso, que possuem histórico familiar de diabetes, mulheres que já tiveram diabetes na gestação, pacientes que tem pressão alta ou colesterol precisam ter um cuidado a mais, pois eles possuem um risco maior de desenvolver diabetes.” destaca Dra. Paula Stefenon, endocrinologista do Hospital de Clínicas.

Gostou? Compartilhe