Força-tarefa fiscaliza e orienta estabelecimentos sobre decretos de prevenção ao coronavírus

Na noite de terça-feira (23), foram atendidas 40 denúncias envolvendo o descumprimento das normativas definidas pelo governo gaúcho e adotadas nos protocolos de bandeira vermelha em Passo Fundo

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Na noite dessa terça-feira (23), a força-tarefa, que envolve a Secretaria de Segurança Pública, a Brigada Militar, fiscais da Prefeitura e demais órgãos de segurança, atendeu cerca de 40 denúncias e percorreu diversos pontos da cidade para verificar o descumprimento das medidas de prevenção ao coronavírus. Com a cidade adotando protocolos de bandeira vermelha, diversos setores e atividades precisam seguir regras de funcionamento definidas pelo governo estadual e que começaram a ter validade ontem.

De acordo com o secretário de Segurança, João Darci Gonçalves, a maioria das ações realizadas nos estabelecimentos teve como foco a suspensão do atendimento ao público das 20h às 5h, com o objetivo de orientar o público. “Diversos estabelecimentos foram fiscalizados. Muitos não estavam cumprindo o estabelecido nos decretos do Estado. Todos foram orientados a fechar”, afirma.

A fiscalização para o cumprimento das normativas de distanciamento social é executada desde o ano passado, quando passaram a vigorar os decretos com restrições de circulação em espaços públicos e privados. Até este mês de fevereiro, foram realizadas mais de 11 mil ações, nos bairros e na região central. Somente na primeira quinzena de fevereiro, 37 estabelecimentos foram multados e interditados por descumprimento de normas vigentes.

Com o sistema de cogestão regional, os municípios da AMPLA, incluindo Passo Fundo, adotaram os protocolos de bandeira vermelha, com medidas de restrição a circulação de pessoas em diferentes setores. As ações de fiscalização, conforme a Secretaria de Segurança Pública, terão continuidade nos próximos dias.


Gostou? Compartilhe