Um ano de atraso

A entrega dos residenciais Planaltina I e II foi adiada para maio do ano que vem. Falta de mão de obra, de material e o clima atrasaram o andamento durante o inverno

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A entrega dos residenciais Planaltina I e Planaltina II foi adiada para maio do ano que vem. A obra, que foi iniciada em meados do ano passado depois de dois anos de polêmica em relação a liberação ambiental da área, está na fase de acabamentos internos e externos. Segundo o gerente regional da construção civil da Caixa Econômica Federal, Airton Echer, o atraso neste tipo de empreendimento é normal e previsto no contrato. “Como toda obra grande, houve falta de mão de obra, por isso os atrasos em obras deste porte são comuns, tanto é que isso é previsto no contrato”, explicou.

A estimativa da Caixa para a conclusão é de cerca de 150 dias. “Estamos com 90% da obra pronta, mas a fase de acabamentos demanda mais tempo”, explicou. Além disso, o gerente relatou que depois do término da construção, cada um dos 220 imóveis precisa ser registrado na Prefeitura e no Cartório de Imóveis.

A notícia completa na edição impressa  e  digital do Jornal O Nacional.  Assine já! www.onacional.com.br/assinaturas

Gostou? Compartilhe