OPINIÃO

Carta de Socorro

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A rede hospitalar sem fins lucrativos do RS, constituída por 245 hospitais, responsáveis por mais de 73% de toda a assistência prestada ao Sistema Único de Saúde do RS, conjuntamente com os seus 65 mil trabalhadores com vínculos formais, vêm diante de todos exclamarem por socorro e solicitar medidas emergenciais. O parágrafo de abertura da “Carta de Socorro”, assinada pela Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos, revela a situação desesperadora dos hospitais provocada pelos atrasos dos recursos por parte dos governos do Estado e União.

 

II

A missiva, datada de 14 de abril, foi redigida após audiência pública realizada na Assembleia Legislativa. O administrador do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, sintetizou na oportunidade a situação geral dos hospitais filantrópicos. Ilário De David foi peremptório ao afirmar que os últimos 15 meses foram de corte e retirada dos incentivos recebidos e que a situação chegou ao ápice. Advertiu que ou o governo assume e as autoridades estaduais e federais retomem os incentivos ou haverá o fechamento de instituições, cancelamento de atendimentos e demissões.

 

III

Na terça-feira (19) o assunto foi levado ao plenário do Palácio Farroupilha. Presidente da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, o deputado Ronaldo Santini (PTB) definiu a situação como “desesperadora”. Ele denunciou a extinção do cofinanciamento por parte do Estado e o atraso permanente de repasses de recursos ordinário, além da falta de um calendário de pagamento aos hospitais. No dia dois de maio, as Santas Casas e os Hospitais Filantrópicos vão suspender todos os atendimentos eletivos da rede estadual. O endividamento do setor supera os R$ 1,4 bilhão e mais de seis mil postos de trabalho já foram fechados.

 

Curtas

# A solenidade de entrega do Troféu Econômico de Estação aconteceu na noite desta sexta-feira (22) no CTG Tropilha da Serra, dentro da programação dos 28 anos do município.

# A distinção foi instituída através de lei aprovada pela Câmara de Vereadores em dezembro último com o objetivo de incentivar e reconhecer a participação do setor produtivo na economia local.

# O ex. prefeito Cleimar da Rosa (PDT), de Mariano Moro, foi preso no último dia 16 pela Polícia Militar.

# Ao consultar ao sistema informatizado a autoridade policiail constatou que havia mandado de prisão com pena imposta em regime semiaberto ao ex. gestor pelos crimes de improbidade administrativa.

# O advogado do político, que foi o titular da 11ª Coordenadoria Regional da Saúde durante o governo de Tarso Genro (PT), entrou com pedido de habeas corpus em favor de seu cliente.

# Se depender da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Erechim o comércio irregular de ambulantes está com os dias contados.

# Equipes de fiscalização das secretarias da Fazenda, Obras, Diretoria de Trânsito e Brigada Militar estão a campo, inclusive aos sábados e domingos.

# A iniciativa atende pedidos da CDL, Sindilojas e Sindicomerciários e objetiva cumprir a legislação referente ao comércio de ambulantes da maior cidade do Alto Uruguai.

 

Dito & Feito

Representantes do Sebrae, Senar e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Sertão participaram de uma reunião de trabalho com o prefeito Marcelo D’Agostini (PTB). Na pauta a escolha do município para a realização do projeto Produção Integrada de Sistemas Agropecuários (Pisa), desenvolvido pelo Ministério da Agricultura, UFRGS e UFPAR. Vinte propriedades vão receber consultorias tecnológicas, dias de campo, palestras técnicas, cursos e treinamentos.

a virtude, a rir-se  da  honra e a ter vergonha de ser honesto”. Em tempo: Na próxima  5ª.feira, no auditório FEAC/UPF, Juremir Machado da  Silva, escritor, historiador e jornalista, o juiz Luiz Christiano Aires, sob a coordenação do historiador e professor Tau Golin, estarão debatendo “Poder e Mídia: Usos da Democracia e Impeachment”, à partir das  19:30 horas.

 

Gostou? Compartilhe