Leão XIII recebe visita de ong alemã

Entidade passou por readequações com o fim do convênio que mantinha com a prefeitura

Por
· 1 min de leitura
Voluntárias da ONG acompanham passo a passo todo o trabalho desenvolvido na Leão XIIIVoluntárias da ONG acompanham passo a passo todo o trabalho desenvolvido na Leão XIII
Voluntárias da ONG acompanham passo a passo todo o trabalho desenvolvido na Leão XIII
Você prefere ouvir essa matéria?

Duas integrantes da Ong alemã Kindherhilfe estão em Passo Fundo, para visitar, realizar o trabalho de auditoria e propor novos projetos na Leão XIII. A organização não governamental é mantenedora de 60% dos custos da entidade. Uma parceria que já completou três décadas.
Diretora-executiva da Leão XIII, Magali da Silva Passari afirma que a visita de representantes da Kindherhilfe, é de praxe e acontece a cada dois anos. Assim que assumiu o cargo, no início de 2018, a diretora conta que precisou adotar algumas mudanças na estrutura da entidade. A principal delas foi o cancelamento do convênio com a prefeitura, suspendendo o atendimento de cinco escolas de educação infantil. "Na verdade, este serviço de creche é obrigação da prefeitura. Por falta de espaços para acolher as crianças, acabamos assumindo a função. Com o cancelamento, vamos priorizar o atendimento assistencial", explica. Entretanto, por solicitação da comunidade, a direção reabriu o Berço da Esperança, na vila Luiza. O local funciona na modalidade creche para crianças de zero a três anos, com cobrança de mensalidade e também através de bolsas.


A medida impactou na entidade. O número de funcionários, que antes era de aproximadamente 80, caiu para 51. "Como não temos mais este serviço, tivemos de dispensar alguns funcionários. É apenas uma readequação dos projetos", observa. Segundo Magali, a entidade chegou a enfretar alguma dificuldade econômica no início do ano, mas a situação já está totalmente controlada, afirma.


Atualmente são atendidas cerca de 1,2 mil crianças, em seis núcleos espalhados pela periferia de Passo Fundo, além do núcleo central, onde são oferecidos cursos profissionalizantes. A direção quer aproveitar a presença das integrantes da Ong para definir e encaminhar novos projetos.
Além da ajuda financeira da Ong, para complementar as despesas, a Leão XIII conta ainda com doações da comunidade e campanhas de apadrinhamento. Na Alemanha a Kindherhilfe está instalada na cidade de Essen. Ela é formada por 25 voluntários, tem aproximadamente 900 padrinhos e 1,2 mil doadores. A única parceria da Ong é com a Leão XIII em Passo Fundo.

Gostou? Compartilhe