Uampaf pede ao MP averiguação de preços dos combustíveis

Pedido leva em consideração que municípios da região têm preços menores para a gasolina, por exemplo

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A União das Associações de Moradores de Passo Fundo (Uampaf) protocolou pedido ao Ministério Público para que averigúe junto aos postos de combustíveis do município os preços praticados. Conforme a justificativa, os valores da gasolina encontrados em Passo Fundo são discrepantes com o que é praticado na região.


Conforme o presidente da Uampaf, Luiz Valendorf, a iniciativa partiu após o questionamento recorrente sobre a situação, tanto de pessoas da comunidade, quanto de líderes comunitários. A variação, em alguns casos, chega a ser superior a R$ 0,40 o litro. “É público que nas refinarias está tendo baixa no valor do combustível e não entendemos porque Passo Fundo tem essa alta sendo que em cidades próximas os preços são mais baixos. Cabe ressaltar, ainda, que temos um terminal de distribuição de combustível que é aqui de Passo Fundo”, argumenta.


O pedido foi entregue ao promotor de justiça Paulo Cirne e pede a atuação do MP no sentido de buscar esclarecimentos e também tomar as medidas cabíveis. “Estamos recebendo muito apoio da comunidade sobre essa questão, pessoas nos ligando e dando apoio. Querem que o MP e a Uampaf façam essa averiguação de valores”, reitera Valendorf.

Gostou? Compartilhe