Gabinete da leitura chega à marca de mil livros entregues

Lançado no final de 2017, o Gabinete da Leitura já contemplou 10 escolas municipais, beneficiando mais de 1.900 alunos

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O mundo do imaginário invadiu a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Menino Deus, na manhã desta quarta-feira (27). Fadas, princesas, príncipes e muitos outros personagens presentes nos livros, receberam a 10º edição do Gabinete da Leitura, em forma de ação festiva que celebra a marca os mil livros entregues às escolas municipais. Assim como nas demais ocasiões, a Câmara Municipal foi representada pelo vereador Leandro Rosso (PRB), autor do projeto.

 

Destacando a sua satisfação com o sucesso do Gabinete da Leitura, Rosso declarou que o apoio da comunidade tem sido fundamental para que as entregas aconteçam. “Em pouco mais de um ano após o seu lançamento, o Gabinete da Leitura atingiu a marca de mil livros entregues às escolas municipais, graças ao apoio de diversas pessoas que entenderam a importância de incentivar a leitura”, frisou.

 

A Emei Menino Deus, localizada no Loteamento de mesmo nome, foi fundada em 2014 e atende 160 alunos. Segundo a diretora, Janaina de Castro Nunes, tanto professores como alunos receberam em festa os 100 livros doados. “Recebemos com muita alegria esse incentivo do Gabinete da Leitura. Ele vem contribuir na formação dos nossos alunos, de modo que estamos formando leitores críticos”, ressaltou Janaina.

 

Para a coordenadora pedagógica do Menino Deus, Ana Claudia Nunes Lopes, através dos livros é possível uma construção diária, do caráter e da evolução das crianças.  “A escola trabalha nessa formação dos alunos por meio dos livros, permitindo uma viagem ao mundo da imaginação”, pontuou Ana. Ela ainda salientou sobre a constatação da coordenação, de que não adiantava fazer as atividades com livros somente em sala de aula, mas que era necessário e mais eficiente envolver as famílias. “Não adianta nós estimularmos a leitura na escola, se em casa eles não têm o hábito. Então nós criamos a sacola da leitura, que proporciona aos pais e os alunos esse contato frequente com os livros. É muito gratificante ver o envolvimento de todos em prol da educação”, esclareceu.

 

A Secretaria de Educação tem sido uma das apoiadoras do Gabinete da Leitura, e a partir dessa edição veio contribuir ainda mais, por meio da confecção de prateleiras e nichos, conforme explicou a secretária adjunta de educação, Jeanete Basso. “Esse projeto tem sido um grande parceiro nosso. As escolas têm uma verba que é para a compra de livros, mas nós não teríamos condições de comprar essa quantidade de livros que foram doados” ponderou Jeanete.

 

Lançado no final de 2017, o Gabinete da Leitura já contemplou 10 escolas municipais, beneficiando mais de 1.900 alunos. “Essa foi uma das edições mais bonitas que realizamos. Agradeço a dedicação da direção e dos professores em organizar esse evento para receber o Gabinete da Leitura. Eu vejo que o projeto pegou corpo, tanto, que até a Secretaria de Educação abraçou a ação, e hoje ele é uma realidade que contribui na formação de jovens e crianças de Passo Fundo”, ponderou Rosso.

Gostou? Compartilhe