OPINIÃO

Manifestações

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Importante as pessoas estarem se reunindo e defendendo os seus ideais e acredito que a pauta de moralização do STF, pacote do Ministro Moro e até mesmo a reforma da previdência são temas importantes para a nação. O que nos preocupa que assim como na era Lula estamos dividindo a população entre mocinhos e bandidos, os certos e errados.

 

Manifestações II
A reforma da previdência é necessária e, para aqueles que pensam o contrário, no Japão se revisa de cinco em cinco anos, mas não podemos concordar com capitalização que é um sistema previdenciário que já deu errado em países que aplicaram este sistema. Outra questão é a pensão por morte que esta sendo alterada para prejudicar aqueles que não recebem mais de R$5.800,00 ou até mesmo aposentadoria por invalidez que certamente se aprovada deixará milhões de inválidos. Temos ainda a questão do BPC que prevê R$400,00 para pessoas idosas de sessenta a setenta anos.

 

Manifestações III
Debater estes temas, discutir e discordar com alguns itens não significa ser contra o Presidente ou a favor de Lula, mas não querer que ninguém tenha carta branca para fazer o que desejar sem questionamento. Quero uma reforma na previdência que termine com aposentadoria de políticos, que sejam feitas mudanças nas previdências de todos os sistemas e não apenas aquelas que já tem o teto de R$5.800,00.

 

Manifestações IV
Seja você contra a reforma ou a favor da reforma da previdência, vai lá no google e copie o projeto na íntegra, leia e veja de fato o que temos para ser aprovado com suas devidas emendas. Não forme opinião por falas de políticos de direita ou esquerda, facebook ou manchetes de televisão. Hoje temos o sistema financeiro a favor de uma reforma que prevê a instalação da previdência privada e, isto não funcionou em país nenhum.

 

Diálogo
Bolsonaro fala apenas com quem concorda com ele e nisto é igual a Lula que apenas dialoga com eleitores do PT. O Presidente precisa falar com todos os Brasileiros e com isto unir o povo em torno das boas reformas e pauta de desenvolvimento. Eleições terminaram e por mais que alguns duvidem não podemos nos separar, odiarmos, atacarmos pensando que é a guerra dos mocinhos contra os bandidos. Respeitar a decisão eleitoral que elegeu com milhões de votos o Presidente Bolsonaro é também, reconhecer que a Câmara de Deputados e o Senado foram eleitos pelos mesmos eleitores.

Gostou? Compartilhe