OPINIÃO

Fatos 29.08.2019

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

H2OJE para salvar o futuro

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), até 2030, o planeta enfrentará um déficit de água de 40%, a menos que a gestão desse recurso tão precioso seja melhorada drasticamente. Não vamos muito longe, o Comitê de Gerenciamento da Bacia do Rio Passo Fundo tem alertado nos últimos  anos, que o município e, por conseguinte, outros da região, sofrerão com déficit hídrico a partir de 2020. Vai faltar água, sim e nas nossas barbas. Sabendo disso e preocupada com a situação, a Corsan procurou parceiros e encontrou na Splora, uma startup coworking de Passo Fundo, a receptividade para o que precisava. A Splora reuniu outros parceiros e desenvolveu um projeto pedagógico que pretende ser multiplicado nas escolas, de forma colaborativa. Além do site e um aplicativo foram desenvolvidos um game e um desenho animado com uma linguagem voltada para o público infantil. Sim, as crianças serão a salvação do Planeta, desde que aprendam cedo a utilizar melhor bens naturais como a água. O projeto H2OJE foi lançado ontem na Expointer com a presença do governador Eduardo Leite.

Espinhoso

Comissão de Ética da Câmara de Vereadores de Passo Fundo, presidida pelo vereador Aristeu Dala Lana, PTB, tem dois processos para deliberar envolvendo três vereadores e assessores. Uma das denuncias envolve venda de terreno em ocupação. Tarefa difícil, mas esse é o papel da Comissão de Ética.

Encontro

A Expointer também proporciona encontros diversos, como o registrado na foto. Empresários e vereadores aproveitaram para pedir ao deputado estadual Matesu Wesp, PSDB, apoio ao projeto de acesso às indústrias e empresas de Passo Fundo. Parlamentar se comprometeu em trabalhar uma agenda das lideranças junto ao governo do Estado.

Ele fica

Em meio a recentes insinuações do presidente Jair Bolsonaro de que poderia trocar o diretor-geral da Polícia Federal (PF), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, quebrou o silêncio e afirmou que Maurício Valeixo, atual diretor-geral da PF, vai permanecer no cargo e que tem a sua confiança. No entanto, disse que "as coisas eventualmente podem mudar". O ministro também afirmou que não é o "chefe da PF".  Em entrevista para a Globonews, Moro foi perguntado se poderia sair do governo caso Valeixo fosse exonerado e respondeu que isso é uma questão "especulativa" e que, portanto, não cabe a ele responder. (AE)

AME

A Associação de Mães, Familiares e Amigos de crianças e adolescentes com deficiência vai formalizar a fundação como entidade, no dia 31, próximo sábado, às 14h. O ato será no plenário da Câmara. A AME reúne mães, pais e familiares que lutam para garantir alimento especial para seus filhos junto aos órgãos competentes. O Governo do Estado não tem cumprido o envio dos alimentos e materiais utilizados pelas crianças e adolescentes.

Ex-ministros

Unidos em torno de uma pauta positiva, ex-ministros dos governos desde Fernando Collor até Michel Temer, entregaram um documento ao presidente da Câmara Rodrigo Maia. Eles pedem a suspensão da tramitação de todos os projetos que possam agravar a situação ambiental no País; a moratória para projetos que ameaçam a Amazônia, os povos indígenas e a biodiversidade; e a instalação de uma comissão especial para debater com especialistas os problemas do desmatamento e propor uma agenda ambiental para o País. Os ex-ministros criticaram o que chamaram de “retrocesso nas políticas ambientais” e afirmaram que o Brasil vive uma “emergência ambiental”.

 

Gostou? Compartilhe