OPINIÃO

Quem são os controladores da PETROBRAS

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A Petróleo Brasil S/A (Petrobras) foi criada no dia 3 de outubro de 1953, pelo então presidente Getúlio Vargas, tendo como principal objetivo a exploração petrolífera no Brasil em prol da União, impulsionado pela campanha popular iniciada em 1946, cujo slogan era “o petróleo é nosso”. Consiste numa empresa estatal de economia mista, ou seja, é uma empresa de capital aberto, sendo o Governo do Brasil o acionista majoritário. A Petrobras atua nos seguintes segmentos: exploração, produção, refino, comercialização e transporte de petróleo e gás natural, petroquímica, distribuição de derivados, energia elétrica, bicombustíveis, além de outras fontes energéticas renováveis.


As instalações da Petrobras foram concluídas em 1954 e sua sede está localizada na cidade do Rio de Janeiro. As primeiras refinarias da empresa foram herdadas do Conselho Nacional de Petróleo, sendo a de Materipe, na Bahia, e Cubatão, no estado de São Paulo. A produção de petróleo teve início nesse mesmo ano e supria apenas 1,7% do consumo nacional.


Visando expandir sua produção, a Petrobras criou, em 1968, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (Cenpes), cujo objetivo era proporcionar aparato tecnológico para a expansão da empresa no cenário petrolífero global. O Cenpes se tornou o maior centro de pesquisa da América Latina, recebendo vários prêmios do setor petrolífero mundial.


O slogan “o petróleo é nosso”, criou naquele momento da história e ainda alimenta de maneira muito forte o sentimento do povo brasileiro quando a assunto petróleo é debatido e o futuro da Petrobras está sendo discutido.


Atualmente a Petrobras está listada na Bolsa de Valores B3, tendo ações negociadas na bolsa de valores. As ações ordinárias (ON), representam direitos de propriedade e lucros (dividendos) sobre uma empresa. Elas também garantem voto por ação aos investidores para elegerem membros do conselho de administração (supervisor das principais decisões corporativas), no quadro abaixo está descrito a atual composição acionária da companhia e como está dividida:

CAPITAL TOTAL %
Grupo de controle 42,70%
Governo Federal 28,70%
BNDESPar 7,00%
BNDES 6,90%
Caixa Econômica Federal - CEF 0,10%
Investidores não-brasileiros* 37,90%
NYSE - ADRs 16,60%
B3 21,30%
Investidores brasileiros* 19,40%
Total 100,00%
*Free float 57,30%


O controle da PETROBRAS, pertence ao povo brasileiro e é exercido por meio do Governo Federal de maneira direta e indireta. Diretamente o Governo Federal possui 28,70% das ações da companhia. Indiretamente, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do BNDES Participações, cerca de 13,90% do capital e por meio da Caixa Econômica Federal 0,10%. Investidores não brasileiros, representam 37,90% do capital votante e Investidores brasileiros 19,40%. Cabe destacar que 57,30% das ações ordinárias da companhia são de livre flutuação, onde qualquer investidor poderá adquirir ações.


Independente se ideologias mais à esquerda ou à direita, esse debate sobre o futuro da Petrobras precisa ser realizado a luz de informações, estudos, debates e racionalismo. O desenvolvimento econômico do país passa por energia, energia barata e que atenda as expectativas de toda a sociedade brasileira.

Gostou? Compartilhe