OPINIÃO

Fatos 28.09.2019

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O controle pelo bolso

Tem motorista que torce o nariz e até prega a existência da indústria da multa, mas o fato é que os controladores de velocidade, quer eletrônicos ou físicos, tiveram um papel importante na redução de acidentes e de vítimas fatais no perímetro urbano de Passo Fundo. São educativos, não arrecadatórios, porque o número de multas aplicadas também reduziu nos últimos três anos. Se o motorista não comete infrações, mantendo o carro na velocidade adequada, não utilizando celular ao dirigir, usando o cinto de segurança e cumprindo todas as regras da prática do bom motorista, não será multado. A indústria da multa, como muitos denominam, só é alimentada pelo mau motorista. O resultado é visível: em cinco anos, Passo Fundo deixou a marca de 28 vítimas fatais (2014), para cinco até este mês de setembro de 2019.  Zerar o número de vítimas  no trânsito parece até utopia, mas é uma meta a ser seguida. Cada vida perdida é uma tragédia. Se cada um fizer a sua parte, sempre dá certo. A prova de que quanto mais controle se tem, melhor é o resultado está nos números.

2017 - 83.846 multas

2018 - 57.416 multas

2019 - 36.415 multas (até este mês)

Educação

Tudo começa com educação. Educação é tudo. A redução no número de acidentes também passa pelo processo educacional. O trabalho da Escola de Trânsito da Guarda Municipal tem sido fundamental para isso. Não só com crianças, que são as maiores fiscais dos adultos, mas também com idosos e os personagens mais vulneráveis no trânsito: Pedestre, ciclistas e motociclistas. Aproveita e participa do Dia Sem Carro, que vai acontecer no domingo, no Parque da Gare. As ruas próximas serão fechadas para ninguém transitar com seu veículo. Faça uma caminhada ou pedale e deixe o carro na garagem.

Republicanos

O diretório municipal do Republicanos de Passo Fundo, sinalizou interesse em indicar nome para concorrer a  vice-prefeito, podendo coligar na majoritária com o atual governo.  A sigla tem reforçado a nominata de candidatos a vereador e está focada em aumentar sua bancada na Câmara de Vereadores, no próximo mandato. O partido é comandado localmente por Josemar Mazzaro e pelo vereador Leandro Rosso.

Solidariedade

Outro partido que busca reforçar a nominata é o Solidariedade do vereador Ronaldo Rosa, líder do governo na Câmara. Hoje são oito pré-candidatos já definidos e uma grande apreensão em relação ao futuro, dada a proibição de coligação na proporcional.

Ação beneficente

O Instituto Libertarte, que oferece alternativas aos jovens egressos do Case e/ou em situação de vulnerabilidade, faz uma abordagem psicossocial através da arte, usando como instrumentos a música, cinema, teatro, poesia. No próximo dia 5, acontece um jantar em benefício da ONG, no Morom Grill.

Teremos apresentação das nossas atividades e show da Banda Libertarte e convidados.

Assustador

A declaração do ex-procurador da República Rodrigo Janot, confessando intenção de matar o ministro Gilmar Mendes e depois cometer suicídio, é assustadora, antes de qualquer coisa. Isso nos leva a crer que estamos nas mãos de pessoas completamente desequilibradas e despreparadas para as funções que exercem. Pobre Brasil!

Paralisia

Advogado da área previdenciária comentou esta semana a preocupação com a paralisia nos processos administrativos do INSS. Processos muito simples que, normalmente, tinham solução em poucos dias, estão levando meses para um parecer e muitos sequer são despachados. Resultado da incerteza da reforma da previdência que paralisou um serviço que antes era eficiente. Muitos processos, a grande maioria, buscam o Judiciário para uma solução.

Solução

O Parque Volmar Salton que já abrigou feiras conhecidas da cidade como a Efrica, a Feira de Pequenos Animais, e encontros de apaixonados por carros, poderá ganhar outra finalidade. O município vai apostar no interesse da iniciativa privada para conceder a área de 10,8 mil hectares. O local, que está próximo a nascentes do Rio Passo Fundo, precisa observar a preservação ambiental, mas poderá abrigar empreendimentos de baixo impacto. A prefeitura lançou a ideia e aceita sugestões tanto da comunidade, através de entidades representativas, quanto dos vereadores, por onde o projeto deve passar.

Gostou? Compartilhe