Voluntários começam a preparar a decoração natalina

Abertura oficial do 12° Natal Ecológico do Boqueirão Legal acontece no dia 1° de dezembro

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Quem transita pela ciclovia e caminhódromo da Praça Miguel Moretti, no bairro Boqueirão, já presencia os primeiros indícios de que mais um ano chega ao fim. É que, desde a última sexta-feira (15), o espaço começou a receber as tradicionais decorações natalinas, feitas com material reciclável, que todos os anos tomam conta da praça durante o Natal Ecológico do Boqueirão Legal. Nem mesmo o sol intenso dos últimos dias desanima o grupo de voluntários que vem trabalhando na montagem dos enfeites temáticos. Enquanto manuseia com habilidade arames que, aos poucos, ajudam a formar a estrutura de um grandioso Papai Noel à base de garrafa pet, a voluntária Neri Terezinha Selvão, de 56 anos, explica que o ritmo apressado é para garantir que boa parte do trabalho esteja concluída até este domingo (24), quando acontece uma mateada de pré-programação. A abertura oficial do 12° Natal Ecológico, que visa promover a consciência ecológica e a integração entre famílias, está marcada para o dia 1° de dezembro.

Além de papais noéis, a decoração ecológica inclui renas, anjos, bonecos de neve e a casa do menino Jesus. Para confeccionar os itens, os voluntários utilizam milhares de garrafas pets que são doadas anualmente pela população, evitando que um montante expressivo deste material vá parar na natureza. “É a sexta edição que eu participo como artesã. Neste ano, acredito que a gente tenha recolhido umas 20 ou 30 mil garrafas para fazer a decoração. A gente lava, seleciona, corta... Faço isso porque é uma consciência ecológica, primeiramente, e depois porque me faz um bem danado. Eu tenho netos e acredito que o exemplo que estou deixando para eles é uma herança que nenhum bem material substitui. Fico muito feliz em saber que eles vêm até aqui e enxergam um trabalho em que a vó deles teve participação”, comenta a voluntária.

Conforme explica a presidente da Associação Boqueirão Legal, Márcia Muccini, embora os artesãos estejam trabalhando na elaboração de novos enfeites, o foco neste ano tem sido a revitalização de peças já existentes. “É um evento ecológico, então faz muito sentido usarmos materiais que já tínhamos e fazer esse reaproveitamento. Na questão elétrica, das luzinhas de Natal, infelizmente só conseguimos reaproveitar 30% da edição anterior, porque elas acabam se deteriorando muito com o tempo”. Nos próximos dias, as equipes devem começar a trabalhar também na instalação de palco, rede elétrica e brinquedos. De acordo com a presidente, os custos totais para realização do evento giram em torno de R$ 35 mil, obtidos, com o apoio da Prefeitura Municipal de Passo Fundo e parceiros da iniciativa privada.

Quanto à programação do Natal Ecológico do Boqueirão Legal, Márcia esclarece que a organização ainda está acertando os últimos detalhes, mas adianta que os passo-fundenses poderão apreciar uma agenda bastante recheada. “Teremos diversas apresentações artísticas, missas e a participação de um Papai Noel. Outra novidade é que, neste ano, nossa Maria Fumaça foi completamente remodelada. Agora, ela tem mais qualidade na carroceria, para garantir um passeio seguro a todos”, expõe.

 

Gostou? Compartilhe