Em 2019, houve redução no número de vítimas fatais

Educação e mudança na estrutura do trânsito auxiliaram na redução de acidentes

Por
· 1 min de leitura
Parobé recebeu sinalização para reduzir velocidade e evitar acidentes no entroncamento com a PelegriniParobé recebeu sinalização para reduzir velocidade e evitar acidentes no entroncamento com a Pelegrini
Parobé recebeu sinalização para reduzir velocidade e evitar acidentes no entroncamento com a Pelegrini
Você prefere ouvir essa matéria?

Ações de educação para o trânsito, fiscalização e investimento na sinalização estão entre as justificativas para a redução do número de acidentes de trânsito no perímetro urbano de Passo Fundo. No ano de 2019 foram registrados oito acidentes com vítimas fatais, número que chegou a 28 em 2014. As ações buscam que nenhuma outra vida seja perdida pela violência do trânsito. Na média dos últimos cinco anos o índice baixou de 14,8 para 10,6 mortes.

Além das ações de educação e sinalização, teve importante influência nesse resultado a fiscalização ostensiva que foi realizada pela Secretaria de Segurança Pública. Diversas operações são realizadas com os demais órgãos de segurança, dentre elas as operações do Balada Segura e as fiscalizações contra o consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas.

Mudanças

Nesta segunda-feira outras alterações no trânsito de Passo Fundo entraram em operação. Na sexta-feira a rua Senador Pinheiro passou a ser mão única no sentido bairro/centro da rua Carlos Gomes até a rua Dr. Vergueiro. Agora a rua Carlos Gomes também passa a funcionar em mão única entre a rua Coronel Pelegrine e a avenida Presidente Vargas. A rua Campos Salles fica em mão única desde a avenida Presidente Vargas até a rua Senador Pinheiro. O semáforo, na avenida Presidente Vargas com a rua Carlos Gomes, também entrou em operação ontem.

Gostou? Compartilhe