Hospitais de Passo Fundo recebem mais de R$ 1,6 mi em repasses do governo

O evento de assinatura dos termos aditivos com hospitais filantrópicos e sem fins lucrativos, contratualizados diretamente com a Secretaria da Saúde, contou com a presença do governador Eduardo Leite

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Quatro hospitais filantrópicos e sem fins lucrativos de Passo Fundo integram a lista de repasses de verba formalizados, na terça-feira (4), pelo governador Eduardo Leite. Somadas, as cifras ultrapassam 1, 6 milhão que devem entrar nos caixas do Hospital São Vicente de Paulo, Hospital de Clínicas, Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes e Hospital de Olhos Lions.

O HSVP foi a instituição hospitalar que registrou o maior montante destinado com R$ 1, 1 milhão de reais, seguido pelo HC, cujos recursos provenientes do Ministério da Saúde serão de R$ 521 mil reais. De acordo com a relação das entidades beneficiadas, divulgada pelo governo do estado, o Hospital Lions deve receber R$ 43 mil reais enquanto o Hospital Psquiátrico, R$ 38 mil. No total, 163 instituições hospitalares contratualizadas com o Estado serão beneficiadas com R$ 12,4 milhões (os valores variam de município para município). Nesta terça, porém, somente 149 termos aditivos foram assinados formalmente pelo governador e pela secretária Arita. Os outros 14 contratos serão assinados assim que passarem por todos os trâmites legais.

Somando os municípios em gestão plena (nos quais os recursos não passam pelo Estado, e são repassados diretamente às prefeituras), a portaria 3.339 prevê o total de R$ 24,7 milhões em parcela única, distribuídos entre 238 hospitais gaúchos. A portaria determina que recursos do Bloco de Custeio das Ações e Serviços Públicos de Saúde – Grupo de Atenção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar, no valor de R$ 200 milhões, sejam disponibilizados aos Estados, ao Distrito Federal e aos municípios, em parcela única. A verba será destinada a hospitais privados sem fins lucrativos que prestam serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Gostou? Compartilhe