OPINIÃO

Desafio a ser vencido

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O Dia Internacional para a Eliminação de Violência contra as Mulheres, ocorrido no dia 25 de novembro teve desdobramentos na região do Alto Uruguai. Promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), o tema replicou ao longo dos 16 dias de ativismo nos diversos quadrantes do planeta. Aos grupos de mulheres de diversos municípios da região que integram a Amau se juntaram autoridades de diferentes esferas públicas como Juíza de Direito, Delegada e Promotoras, De igual modo de órgãos de prevenção e proteção a violência da mulher e secretárias municipais.

I I

Nunca como hoje o feminicidio esteve tão em evidência na ordem do dia. Não que a violência extrema contra as mulheres não ocorresse no passado. Acontece que o as agressões físicas e psicológicas dos mais diferentes tipos como abuso verbal e físico, estupro, tortura, espancamento, assédio sexual, entre outros, passou a ser previsto há muito pouco tempo no Código Penal. A Lei 13.104/2015 que alterou o código penal e qualificou o feminicidio como crime hediondo no Brasil vai completar cinco anos no próximo dia nove de março. E as estatísticas, que colocam o Brasil como o 5º país com a maior taxa de homicídios de mulheres é assustador.

I I I

Se depender da determinação das mulheres envolvidas neste processo a região poderá contar ainda neste ano com um Centro de Acolhimento. O espaço, que deverá ser criado em Erechim, estará aberto para atender casos de violência doméstica e feminicidio ocorridos no município e nas mais de trinta cidades do Alto Uruguai. Entre as lideranças em torno da causa, a vereadora Sandra Picolli (PCdoB). A integrante da casa legislativa instalada no entorno da Praça da Bandeira está disposta a reverter o quadro que coloca Erechim no mapa dos casos de violência contra a mulher no RS. O tema deverá integrar a pauta na campanha eleitoral de 2020.

Curtas

# A Câmara de Getúlio Vargas decretou luto de três dias no âmbito do Poder Legislativo pelo falecimento do vereador Amilton José Lazzari (MDB).

# O vereador lutava contra o câncer e faleceu na manhã de quinta-feira (27) em decorrência de complicações provocadas pela doença.

# Produtor rural e empreendedor, Amilton José Lazzari cumpria seu sexto mandato no legislativo getuliense e sempre militou no MDB.

# Audiência pública realizada na manhã de quinta-feira (27) na Câmara de Vereadores de Getúlio Vargas analisou e aprovou os relatórios de Gestão e do Monitoramento da Gestão da Saúde do último quadrimestre de 2019.

# Na audiência pública coordenada pela secretária municipal de Saúde e Assistência Social, Graciele Possenti, a presença dos membros do Conselho Municipal da Saúde.

# Dentre os relatos do dia-a-dia na área da saúde o alto índice de falta às consultas marcadas nas Unidades Básicas de Saúde.

# Durante a audiência todos foram surpreendidos pela notícia do primeiro caso suspeito de coronavius ocorrido em Passo Fundo envolvendo um casal que retornou da Europa na segunda-feira (24).

 

Dito & Feito:

Prefeitos e representantes dos municípios de Áurea, Carlos Gomes, Charrua, Erebango, Gaurama e Getúlio Vargas se reuniram na quarta-feira (26) em Centenário com representantes da Defesa Civil do RS. Na pauta a situação que os municípios enfrentam em virtude da falta das chuvas, avaliação das perdas pela estiagem e o encaminhamento de decretos de emergência ao Estado.

Gostou? Compartilhe