Apenas duas escolas particulares retomam aulas presenciais

Alguns educandários, como o Bom Conselho, terão aulas remotas até o final do ano letivo

Por
· 2 min de leitura
Arquivo/ONArquivo/ON
Arquivo/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Mesmo com a autorização da prefeitura, apenas duas escolas particulares retomaram as aulas presenciais ontem (23) em Passo Fundo. A segunda etapa do Plano de Retorno, anunciada na semana passada pelo prefeito Luciano Azevedo, prevê a volta em duas datas.  A primeira, ocorrida ontem, autoriza a volta dos alunos da educação infantil, do 1º, 2º, 3º e 9º ano do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio. Já no próximo dia 30, estão autorizados para a retomada o 1º e 2º ano do ensino médio, bem como do 4º ao 8º ano do fundamental.

No Colégio Marista Conceição de Passo Fundo, aproximadamente 300 estudantes retornaram ontem. Para a próxima semana, a direção aguarda a volta de aproximadamente 350 alunos, totalizando aproximadamente 650. 

 De acordo com o diretor da escola, Alexandre Lopes, o maior número de turmas está concentrado no turno da tarde. “Iremos trabalhar com 50% das turmas. Os dois grupos divididos por turma vêm em semanas intercaladas e os estudantes que ficarem em casa de uma semana para outra continuarão normalmente no ensino remoto”, aponta Alexandre.

Para a retomada, o colégio realizou a testagem de todos os professores e funcionários, que estão aptos para o retorno. “Temos trabalhado a consciência do educador para que ele continue em isolamento social e não ache que voltou tudo ao normal. Para que ele entenda, assim como o estudante, que precisa cumprir todas as exigências de distanciamento social”, indica o diretor. Para o Marista Conceição, que possui aproximadamente 1.250 alunos, o ano letivo se encerrará no dia 18 de dezembro, com os exames finais sendo realizados nas semanas seguintes e todas as atividades no colégio sendo concluídas até o dia 30.

Além do Conceição, a única escola de Passo Fundo que voltou com suas atividades na segunda-feira foi o St. Patrick, que conta com cerca de 250 estudantes, entre educação infantil e ensino fundamental. Segundo a coordenadora do colégio, Juliana Laimer, são aguardados aproximadamente 64 alunos do ensino infantil e 1º, 2º, 3º e 9º ano do fundamental. Na próxima semana, serão liberados os estudantes do 4º ao 8º ano. “Tivemos em torno de 95% de aprovação de retorno das crianças, então foram pouquíssimas crianças que os pais não autorizaram”, ressalta. No St. Patrick, o ano letivo está previsto até o dia 8 de janeiro.

Notre Dame

Outro colégio de Passo Fundo que retomará suas aulas presenciais nesta semana é o Notre Dame. A partir da quinta-feira (26), haverá o retorno da educação infantil, enquanto na próxima terça-feira (1), será liberada a volta dos demais níveis. Conforme o vice-diretor da escola, Vanderlan Lima, é esperado o retorno de aproximadamente 100 alunos na educação infantil, o que representa cerca de 50% dos estudantes do nível. Quanto ao ensino fundamental e médio, o colégio ainda não concluiu as consultas do índice de retomada.

O Notre Dame, assim como os colégios que retornarem presencialmente, está organizado para realizar as aulas no modelo híbrido de ensino, ou seja, com a disponibilização das atividades remotas. “A família que optou por ficar em casa vai continuar sendo atendida da mesma forma”, comenta Lima. A escola também fez um escalonamento de horários de entrada e saída para evitar aglomerações, assim como para contribuir com uma melhoria no trânsito nas imediações do local. O colégio, que conta com aulas sendo realizadas até o dia 6 de janeiro, possui cerca de 1.7 mil estudantes.

Mesmo com a autorização, nem todas as instituições de ensino passo-fundenses decidiram retornar com suas atividades presenciais. É o caso do Colégio Salvatoriano Bom Conselho, que conta com um índice de 92% de reprovação da volta às aulas pelos familiares, e do Instituto Educacional Metodista (IE). No que diz respeito às escolas privadas de educação infantil de pequeno porte, ainda no início do mês elas tiveram suas atividades presenciais retomadas.


Gostou? Compartilhe