Fundação Lucas Araújo renova certificação de entidade beneficente

Documento foi publicado pelo Ministério da Cidadania na última semana

Por
· 1 min de leitura
A fundação conta com o Lar da Menina Pe. Paulo Farina e ILPI São José e São João (Foto: Caroline Simor/Divulgação/Arquivo)A fundação conta com o Lar da Menina Pe. Paulo Farina e ILPI São José e São João (Foto: Caroline Simor/Divulgação/Arquivo)
A fundação conta com o Lar da Menina Pe. Paulo Farina e ILPI São José e São João (Foto: Caroline Simor/Divulgação/Arquivo)
Você prefere ouvir essa matéria?

Com 93 anos de história, a Fundação Lucas Araújo conta com o certificado de entidade beneficente desde a década de 1960. De lá para cá, acompanhando a evolução da própria sociedade, a entidade tem buscado aperfeiçoar e melhorar as práticas, oportunizando um atendimento humanizado, ético e dentro dos princípios norteadores. Esse esforço foi reconhecido novamente na última semana com a renovação da Certificação de Entidade Beneficente de Assistência Social (CEBAS), publicada pelo Ministério da Cidadania, junto ao Governo Federal.

O documento precisa ser renovado a cada três anos e permite que a Entidade possa seguir atuando na assistência social por meio da filantropia, ou seja, com isenções fiscais e tributárias que permitem a execução dos projetos. De acordo com Luiz Costella, diretor da Fundação Lucas Araújo, o certificado é concedido uma vez que as instituições desempenham o papel de assistência pública, que seria uma atribuição do Estado, fazendo jus ao trabalho de política pública. “Esse documento é solicitado um ano antes do vencimento, já sendo protocolado o novo certificado, dando início a renovação com a análise da documentação. Ele é concedido para entidades que executam no mínimo 60% de ativi ades gratuitas à comunidade. No caso da Fundação, esse percentual ultrapassa o mínimo exigido tanto no Lar da Menina Pe. Paulo Farina, quanto na ILPI São José e São João XXIII”, explica.

Para conquistar a certificação, as equipes administrativa, de assistência social e financeira da Fundação vem trabalhando ao longo dos últimos meses, comprovando e justificando as ações, elaborando relatórios, balanços e o resumo das atividades desenvolvidas.

Gostou? Compartilhe