Uso de drogas lidera atendimento na rede pública

Informação foi levantada por pesquisa feita pela Escola de Psicologia da Imed

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A Escola de Psicologia da Imed realizou uma pesquisa que objetivou levantar quais os principais diagnósticos atendidos na saúde mental do município de Passo Fundo nos anos de 2007 e 2008. A pesquisa foi coordenada pelo professor  Dr. Vinícius Ferreira, e realizada pelas acadêmicas, hoje psicólogas, Josiane Razera e Pâmela Coser. A coordenadora da saúde mental do município, psicóloga Rita Annes, recebeu o relatório, que foi apresentado para os psicólogos da rede de atendimento.

Os prontuários dos atendimentos realizados pelos profissionais da saúde mental da rede pública foram analisados, e o levantamento demonstrou o elevado número de atendimentos efetuados - 17.863 atendimentos nos dois anos. Os resultados da pesquisa apontam que os principais atendimentos efetuados são de uso abusivo de múltiplas drogas (40% dos atendimentos) e de transtornos de humor, notadamente depressão (aproximadamente 10% dos atendimentos), na população masculina. Em relação à população feminina atendida, os principais diagnósticos referem-se também a uso múltiplo de drogas (aproximadamente 34% dos atendimentos) e esquizofrenia (cerca de 10% dos atendimentos).
 
Estes dados apontam para as principais demandas de atendimento em saúde mental realizada pelo setor público do município, e pode auxiliar na definição e financiamento de estratégias para o combate ao importante problema das drogas. "Estes dados indicam que o atendimento público é o principal responsável por auxiliar nos casos de uso abusivo de substâncias, e dá a dimensão do impacto social desta problemática. Os investimentos em projetos e capacitação dos profissionais da rede para estes atendimentos é fundamental para revertemos o grave problema das drogas", ressalta Vinícius.

Gostou? Compartilhe