Tempo firme e temperaturas em elevação

Prognóstico climático para o próximo trimestre indica chuvas entre dentro e abaixo do padrão climatológico nos próximos meses

Por
· 2 min de leitura
Ar seco e quente afasta área de instabilidade e deixa o tempo firme em Passo FundoAr seco e quente afasta área de instabilidade e deixa o tempo firme em Passo Fundo
Ar seco e quente afasta área de instabilidade e deixa o tempo firme em Passo Fundo
Você prefere ouvir essa matéria?

Após a chuva do final de semana, os próximos dias devem ser de tempo firme em Passo Fundo, conforme o Observatório Meteorológico da Embrapa Trigo/Inmet. As temperaturas também se mantém elevadas nos próximos dias, acompanhadas de céu claro a parcialmente nublado. De acordo com o prognóstico climático para o próximo trimestre elaborado pelo 8º DISME/INMET e CPPMet/UFPEL nos próximos meses o volume de chuva irá variar entre dentro e abaixo das médias.

Conforme o observador meteorológico da Embrapa Trigo/Inmet Ivegndonei Sampaio, a área de instabilidade que chegou no domingo foi responsável por uma chuva de 6mm. No mês, o acumulado já chega a 168mm, que representa 89% da média de agosto que é de 188mm. A partir de hoje, devido à entrada de um ar seco e quente, as temperaturas entram em ligeira elevação.

Hoje, a mínima fica em 16ºC e a máxima chega aos 30ºC. Durante todos os dias desta semana o céu deve permanecer claro a parcialmente nublado. Na quarta-feira as temperaturas variam entre 16ºC e 29ºC, entrando em declínio a partir da noite. Na quinta-feira a mínima fica em 12ºC e a máxima chega aos 24ºC. Na sexta-feira, a mínima e a máxima ficam em 13ºC e 24ºC, respectivamente. Para o final de semana o indicativo é de que não chova. As mínimas ficam em 12ºC e 10ºC, respectivamente para o sábado e o domingo, e as máximas nos dois dias ficam próximas dos 23ºC.

Neutralidade

De acordo com o prognóstico climático para o próximo trimestre elaborado pelo 8º DISME/INMET e CPPMet/UFPEL, a Temperatura da Superfície do Mar (TSM) no Pacífico Equatorial Central apresenta característica de neutralidade em quase todas as áreas. No oceano Atlântico Sudoeste junto à costa da Argentina e Uruguai permanece com aumento nas anomalias positivas e manutenção de pequenas áreas com anomalias negativas na parte Subtropical Central.

As condições atuais de neutralidade no Pacífico tendem a permanecer nesse trimestre. No Atlântico Subtropical, as anomalias indicam predomínio de um padrão o qual está associado à redução de umidade, principalmente na parte norte do Estado. Estas variações no perfil da umidade atmosférica devem influenciar nos padrões de chuva e contribuindo para aumentar as oscilações térmicas. O boletim indica para os meses de setembro e outubro precipitações dentro do padrão climatológico na maior parte do Estado, exceto os extremos sul e nordeste. Para o mês novembro, a tendência é de chuvas acumuladas mensais abaixo do padrão em todo o Estado.

Temperaturas

O prognóstico para as temperaturas mínimas mostra, para o mês de setembro, tendência de predomínio de valores médios pouco acima do padrão climatológico. Durante os meses de outubro e novembro, são esperadas temperaturas mínimas mensais próximas do padrão na maioria das regiões. Para as temperaturas máximas, o modelo indica para o mês de setembro temperaturas máximas mensais pouco acima do padrão climatológico em todo o Estado. Durante os meses de outubro e novembro devem oscilar entre valores dentro do padrão climatológico na maioria das regiões. Gradativamente as temperaturas tendem a aumentar ao longo do trimestre. Contudo, curtos períodos com temperaturas baixas poderão ocorrer, principalmente em setembro.

Gostou? Compartilhe