Passo Fundo deve ofertar dois novos voos em dezembro

Destinos ligarão o município a Florianópolis e Porto Alegre, a partir do dia 20 deste mês

Por
· 2 min de leitura
 Crédito:  Crédito:
Crédito:
Você prefere ouvir essa matéria?

O Aeroporto Lauro Kortz, em Passo Fundo, deve contar com duas novas rotas a partir do dia 20 deste mês. Enquanto um voo operado pela companhia aérea Azul, a exemplo de anos anteriores, ligará Passo Fundo e Florianópolis somente durante o período de verão, a Gol Linhas Áreas deve ofertar uma nova operação a Porto Alegre de forma fixa. As passagens para a capital catarinense já estão à venda e as partidas acontecem nas segundas, quartas e sextas-feiras, até fevereiro. O novo voo a Porto Alegre, por outro lado, ainda aguarda a confirmação final da Gol. 

Apesar da incerteza, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Passo Fundo, Carlos Eduardo Lopes da Silva, mostrou-se otimista. “Devemos ter uma resposta ainda nesta semana. A princípio, em outras cidades onde a companhia anunciou que ofereceria novos voos, ela cumpriu o anunciado, então tudo indica que teremos este novo horário para a capital gaúcha”, declara.

As atividades da Gol dentro do Estado começaram ainda em agosto, graças a duas medidas assinadas pelo governador Eduardo Leite, que alteram o Programa Estadual de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDA-RS). O decreto possibilita que companhias áreas exerçam operações por meio de contratos comerciais com empresas terceirizadas e prevê a redução da base de cálculo na compra de querosene de aviação no Estado, dependendo da quantidade de rotas ofertadas, a disponibilidade de assentos e a frequência de voos. Dentro deste modelo, a Gol oferecerá voos a Porto Alegre através de aviões terceirizados da Two Flex Aviação Inteligente, que têm capacidade para nove passageiros. Além das duas capitais sulistas, o aeroporto Lauro Kortz também tem voos com destino a Campinas e Guarulhos.


Reforma no aeroporto
Sobre as melhorias previstas para acontecer no Aeroporto Lauro Kortz, por meio de um projeto de ampliação e modernização do complexo aeroportuário, o secretário de Desenvolvimento Econômico do município informou que a expectativa é de que todos os projetos finais sejam aprovados ainda neste ano e que, no início de janeiro, a empresa vencedora da licitação seja autorizada a iniciar as obras. O atraso na liberação se deve à rejeição da proposta pela Agência Nacional Aviação Civil (ANAC). Segundo o notificado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, durante uma visita a Passo Fundo no início de novembro, os documentos apresentados tinham “muitas fragilidades e falhas”. Por este motivo, o projeto precisou ser revisto e novamente submetido para avaliação.
Conforme Silva, um dos apontamentos estava relacionado ao fato de a reforma não incluir o alargamento da pista de pousos e decolagens – a reforma inclui somente a recuperação da pista, a construção de um novo terminal de passageiros, uma nova esteira de bagagens e um novo pátio para estacionamento das aeronaves. O investimento para a ampliação do Aeroporto Lauro Kortz é de R$ 44 milhões liberados por meio de recursos do Ministério da Infraestrutura. “Nós nos colocamos à disposição para expandir a discussão e fazer essa ampliação, mas acreditamos que ela deve ser feita por outro canal, em uma nova remobilização. É uma questão de estratégia. Dentro deste programa, não há a possibilidade de abranger mais valores e não queremos correr o risco de perder o que já foi alcançado. Depois que houver a autorização das obras à empresa vencedora da licitação, quando tivermos avançado ao menos o mínimo, abrangeremos a ideia”, explica.

Gostou? Compartilhe